Brava: Grupo de 16 jovens participa na formação em natação

Nova Sintra, 06 Jun (Inforpress) – Um grupo de 16 jovens está a participar numa acção de formação de Nível I em natação, com vista a melhorar as técnicas e mesmo criar uma associação regional desta modalidade.

Conforme informações avançadas pelo membro da Federação Cabo-verdiana de Natação (FECAN)Henrique Alhinho, a Câmara Municipal da Brava já tinha solicitado apoio à FECAN, e com o financiamento da Solidariedade Olímpica, em parceria com o Comité Olímpico Cabo-verdiano, iniciaram, no passado domingo, 5, esta acção de capacitação na ilha Brava.

O curso enquadra-se no Programa Swimming Accelerator da FECAN, de Desenvolvimento da Natação em Cabo Verde e espera-se que, com os primeiros treinadores de natação certificados no país, possam surgir e desenvolver-se muito mais escolas e clubes de natação, contribuindo para a dinamização da natação desportiva em Cabo Verde.

Segundo a mesma fonte, neste momento esta é a primeira fase, ressaltando que há uma segunda fase que pretendem realizar na altura do campeonato nacional de natação.

Quanto aos objectivos, realçou que primeiramente é necessário trazer um pouco de formação para as pessoas que já nadam ou querem aprender um pouco mais em termos de prática.

“Tentar com que ilhas como a Brava, que não dispõem de uma associação regional, deem o pontapé de saída para a criação da mesma e, quem sabe, no próximo campeonato ter representante da Brava”, disse o formador.

Segundo o responsável, a formação inclui uma base teórica, onde estão a falar sobre a natação, os tipos de modalidades existentes, realçando que não é somente a natação.

Destacou os quatro estilos de natação que existem, sublinhando que no final será produzido um trabalho prático onde os formandos vão aprender a melhorar as suas técnicas e os princípios básicos para ensinar as crianças.

O intuito, segundo a mesma fonte, é realizar um “estágio ambicioso” para ver se com o mínimo de formadores na ilha possa ser implementado a prática no liceu, com uma carga horária de uma ou duas horas semanais de natação, não tanto como desporto, mas como prevenção, porque no país têm ocorrido diversos acidentes e mortes por falta do mínimo conhecimento técnico da natação.

A final está agendada para esta terça-feira, 7, onde será realizada uma prova de natação na baía de Furna.

MC/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos