Brava: Governo reforça compromisso com a câmara em continuar a apoiar as famílias (c/áudio)

Nova Sintra, 07 Jun (Inforpress) – O Governo garantiu hoje que vai continuar a assumir as suas responsabilidades com a Câmara Municipal da Brava, fazendo chegar às populações das diferentes localidades da ilha Brava os apoios necessários.

Este compromisso foi assumido pela secretária de Estado da Inclusão Social em declarações à imprensa, após um encontro com o presidente da Câmara Municipal da Brava, realçando que além dos contratos-programa já assinados, o apoio à municipalização dos serviços através do envio de duodécimos, o Executivo pretende reforçar ainda alguns projectos.

“Reafirmamos esse compromisso, estamos a trabalhar para desbloquear as verbas o mais rápido possível a todos os concelhos do país onde já assinamos os contratos-programa, que vão apoiar no funcionamento dos projectos que estão relacionados com as áreas sociais”, evidenciou a mesma fonte, sublinhando que vão continuar a trabalhar para cobrir as necessidades das famílias e das comunidades.

Pela primeira vez na Brava, Lídia Lima considerou que o encontro serviu para reafirmar o compromisso com a ilha, destacando que há já alguns anos que estão a trabalhar em parceria com este concelho no âmbito dos programas do Ministro da Família, Inclusão e Desenvolvimento Social, (MFDIS), que foram reforçados desde 2016 com a municipalização dos serviços e projectos sociais.

Nesta parceria, realçou que estão a beneficiar pessoas com dificuldades, empoderam famílias, desenvolvem projectos de reabilitação de jardins infantis, indicando ainda que há alguns programas a decorrer, nomeadamente, o de Rendimento Social e Inclusão, com o qual, no mês de Maio, foram contempladas mais de 45 famílias.

A governante apontou ainda projectos relacionados com o empoderamento de mulheres e de jovens, onde entra também o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

Na área da infância, considerou que a câmara municipal tem tido uma “boa actuação”, estando a sustentar todos os jardins e que não tem havido a necessidade de apoio do Ministério da Família, tendo em conta que a FICASE tem dado alguma colaboração nesse sentido.

“Aqui vê-se claramente que há essa preocupação de junção de esforços e das sinergias para que as coisas possam funcionar da melhor forma possível”, concluiu a mesma fonte.

Por seu turno, o autarca Francisco Tavares considerou que esta visita trará ganhos aos serviços sociais da câmara municipal, conjugando com a vereação da Educação, uma vez que parte do pré-escolar está sob a responsabilidade da câmara e com o reconhecimento “in loco” do desenvolvimento do município através das parcerias do Ministério da Família e a autarquia pode-se haver um novo reforço, acredita o edilDe.

“É transversal a acção social da câmara municipal com outros ministérios, mas a visita da secretária de Estado indica o empenho do Governo em apoiar a Brava em tudo que seja as reivindicações sociais e a necessidade de apoio às famílias vulneráveis”, considerou o autarca, realçando que as coisas estão a funcionar.

“Está-se a fazer um trabalho grandioso, mas tem de ser silencioso porque envolve pessoas e famílias, e a visita da SEIS vai reforçar as necessidades e um melhor funcionamento das instituições ligadas ao sector e ao ministério”, finalizou o autarca.

A governante chegou à ilha esta segunda-feira à noite, onde cumpriu a sua agenda com encontros, enquadrado nas actividades do Junho – Mês da Criança e do Adolescente promovidas pelo Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente (ICCA), e regressa amanhã para a ilha do Fogo.

MC/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos