Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Brava: Estrutura de Saúde será reforçada com colocação de dois especialistas em medicina geral e familiar – Evandro Monteiro

São Filipe, 26 Nov (Inforpress) – A estrutura de saúde da ilha Brava, que neste momento funciona com um médico, será reforçada, dentro de duas semanas, com a colocação de dois médicos especialistas em medicina geral e familiar.

Tratam-se de dois médicos da Cooperação Cubana, especialistas em medicina geral e familiar e noutras valências como ecografia e pediatria, disse à Inforpress o secretário de Estado-adjunto do ministro da Saúde, Evandro Monteiro.

“São médicos com múltiplas áreas de actuação e que associado aos investimentos feitos, permitem criar uma maior capacidade de resposta médica e sanitária na ilha, trazendo segurança a toda a comunidade e à população”, declarou o secretário de Estado-adjunto sublinhando que, neste momento, a ilha tem apenas um médico, mas que a situação ficará resolvida dentro de duas semanas.

O Ministério da Saúde está a tratar da questão relativa ao processo normativo da documentação e Evandro Monteiro acredita que dentro de pouco tempo ilha passará a contar, pela primeira vez, com três médicos residentes, sendo dois especialistas, mais o delegado de Saúde que passará a exercer a sua actividade com mais autonomia.

A ilha Brava, no dizer de Monteiro, nos últimos tempos beneficiou de “investimentos importantes” como a instalação de serviço de radiologia, mas também de mobilização e deslocação de especialistas para a ilha, que neste momento está suspenso por questões legais e de transportes, que estão a ser analisadas visando acelerar a retoma desta actividade.

Além disso, sublinhou, foi instalada uma cadeira de estomatologia, mas existe alguma dificuldade com técnicos, estando o ministério a equacionar, ainda que, num primeiro momento, através da parceria público/privada, por se tratar de uma das áreas mais frágeis e que pretende dar resposta o quanto antes.

Estrutura foi equipada com o serviço de fisioterapia, estando o ministério a montar toda a logística para uma parceria pública/privada para o seu funcionamento, sublinhando que o reflexo dos investimentos é a satisfação da população e não havendo esta satisfação há que rever todo o programa e todos os mecanismos para que isso aconteça.

JR/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos