Brava: Escolas de iniciação de futebol recebem equipamentos doados por uma emigrante

Nova Sintra, 09 Ago (Inforpress) – As três escolas de futebol na ilha Brava, sediadas na cidade de Nova Sintra e Nossa Senhora do Monte, receberam hoje um conjunto de equipamentos doados por uma emigrante bravense radicada nos EUA.

Em declarações à imprensa, Alfredo Moreira, treinador de futebol na ilha, parabenizou a Sarita da Rosa, pessoa que teve esta iniciativa, realçando que para a escola é algo “muito positivo”, tendo em conta que na Brava é difícil encontrar materiais e equipamentos para trabalhar nas escolas de futebol.

Daí, louvou esta iniciativa, explicando que todos os materiais essenciais para o arranque e funcionamento de uma escola encontram-se neste grupo, elencando bolas, cones, coletes, luvas, botas, equipamentos, entre outros.

Deth Martins, uma antiga jogadora e agora membro da escola de futebol de Nova Sintra, considerou que este gesto já estava sendo esperado há muito tempo, tendo em conta a carência de equipamentos e materiais desportivos não só na ilha, mas em todo o país.

Sendo assim, comprometeu-se a fazer um bom uso dos mesmos, augurando novas oportunidades e iniciativas do tipo.

João Furtado, membro da escola de Nossa Senhora do Monte, destacou que quando as crianças veem materiais do tipo elas ficam mais felizes e aumenta assim a vontade de participarem nos treinos e nas actividades da escola.

Assim, indicou que começam a aprender as técnicas do futebol, mas também os ensinamentos para serem “bons alunos na escola, bons cidadãos e, sobretudo, bons filhos, porque o trabalho desta escola não é só ensiná-los a jogar a bola, mas também a serem homens do bem”.

Da parte da Câmara Municipal da Brava, Mário Soares, vereador responsável pelo pelouro do Desporto explicou que esta iniciativa surgiu através de uma parceira residente nos Estados Unidos da América, filha de pai bravense que, de férias na ilha, se disponibilizou para apoiar algumas crianças.

Conforme explicou, como sendo uma amante do futebol e ter uma escola nos EUA, foi-lhe sugerido que trouxesse esses equipamentos às três escolas de futebol, tendo em conta que estas abrangem crianças das três maiores comunidades bravenses, Furna, cidade de Nova Sintra e Nossa Senhora do Monte, e a câmara municipal, como “maior parceira” , ficou responsável pelo desalfandegamento e todos os custos inerentes a este processo.

Aproveitou para agradecer a Sarita da Rosa pela iniciativa e a todos os parceiros pela oferta, pois, salientou, adquirir estes equipamentos envolve um montante muito elevado.

Igualmente, o presidente da Câmara Municipal da Brava, Francisco Tavares, agradeceu a iniciativa e o gesto para com as crianças iniciantes no mundo do futebol, ressaltando o grande número de equipamentos que as três escolas bravenses receberam, assim como outros doados à Associação Regional de Futebol da Brava e à equipa de arbitragem da ilha, augurando que as escolas façam um bom uso dos mesmos, contribuindo assim para a evolução do desporto na ilha.

MC/JMV

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos