Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Brava: Dia Mundial da Água comemorado com uma caminhada ao Nascente do Encontro

Nova Sintra, 22 Mar (Inforpress) – A Escola Básica de Nossa Senhora do Monte (EBNSM) realizou hoje uma caminhada ao Nascente do Encontro, nascente mãe da água consumida em toda a ilha Brava, como forma de comemorar o Dia Mundial da Água.

Os alunos do 6º ano desta escola, tiveram a oportunidade de conhecer este local, acompanhado de algumas informações sobre todo o processo de captura, tratamento e distribuição deste produto, apresentado pelo delegado da Águabrava na ilha.

Não obstante a estas informações, o dirigente da empresa sensibilizou os alunos no sentido de pouparem a água e de serem os mensageiros para a família, amigos e vizinhos, no sentido de darem mais valor ao “líquido bem precioso”.

Jandir Fernandes, responsável da empresa Águabrava na ilha, explicou os presentes que toda a água distribuída aqui na ilha vem de uma nascente, existe um processo instalado para fazer a desinfecção e desfluoretação da água.

Segundo o mesmo, na parte da desinfecção, é utilizado o hipoclorito de sódio e ácido sulfúrico para controlar o pH, adiantando que é idêntica a lixívia utilizada em casa, mas neste caso, é utilizado em maior quantidade.

Após a desinfecção, a água passa para o processo de desfluoretação, ou seja, a remoção do excesso de flúor, que depois é bombeada até um tanque no Risco Vermelho, que depois é distribuída para as outras localidades.

O sistema de desfluoretação foi montado na ilha há cerca de dois anos, com vista a melhorar a qualidade da água e da saúde da população da ilha, diminuindo o excesso de flúor.

Este serviço tem um funcionário todos os dias, que faz o controlo, e a limpeza do espaço. Entretanto, o delegado salientou que existem as manutenções dos equipamentos que são feitas as vezes quinzenalmente, e outras com mais tempo, dependendo da necessidade.

Diariamente, conforme informações avançadas, a empresa distribui diariamente cerca de 280 metros cúbicos de água.

De acordo com Jandir Fernandes, a fonte tem sofrido uma ligeira diminuição na quantidade de água produzida e, normalmente, o que todos querem é a chuva, porque, isso não causa somente o impacto directo no aumento da água na nascente, mas também, a população enche as suas cisternas, para o uso doméstico, rega e para os animais, diminuindo a procura da água.

Acrescentou que os equipamentos do processo de dessalinização a ser montado na localidade na Furna, já se encontram na ilha de Santiago e com este sistema a funcionar, “tira um peso” das costas da Águabrava, aumentando assim a água para a distribuição.

Jandir Fernandes falou aos alunos da importância da água, mas também alertou-lhes da sua escassez e estes, apresentaram algumas formas de poupança da água e de reutilização da mesma.

Amélia Maguy, coordenadora da EBNSM, disse que além de dar-lhes conhecimento do processo da água, os alunos tiveram a oportunidade de refrescar os conhecimentos sobre as plantas endémicas e apreciarem a paisagem existente na localidade.

A coordenadora também chamou a atenção dos seus alunos, no sentido de usarem a água, mas de forma racional.

Esta actividade está enquadrada no plano de actividades elaborada pela escola, no âmbito da sua participação no concurso Selo de Qualidade na área da Educação, onde esta apresentou a sua candidatura, na categoria Escola Amiga do Ambiente e Promotora das Artes.

MC/CP

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos