Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Brava: Delegacia de Saúde apetrechada com novas máquinas para o laboratório de análises e radiologia (c/áudio)

Nova Sintra, 01 Out (Inforpress) – A Delegacia de Saúde da Brava recebeu nos últimos dias um conjunto de máquinas para o laboratório de análises clínicas e uma nova remodelação no sector de radiologia, para uma melhor prestação de serviço aos bravenses.

Esta informação foi avançada à Inforpress pelo delegado de saúde, Júlio Barros, explicando que os mesmos já foram instalados e que já estão a funcionar, considerando tal investimento uma “mais-valia” ao serviço da saúde para os utentes da ilha.

Segundo a mesma fonte, agora já é possível realizar os exames de rotina e “os exames urgentes passam a ser urgentes mesmo”, realçou.

“O Ministério da Saúde acabou por remodelar e melhorar estes serviços e aos poucos vamos alcançar um novo patamar, desenvolvendo as técnicas clínicas na ilha e minimizando a demora na espera dos resultados”, disse o médico.

Por seu turno, a técnica do laboratório de análises, Zuleica Monteiro informou que o seu serviço recebeu uma máquina de Hemograma, máquina de bioquímica, centrifugador, agitador em rolo, geleira grande, entre outros.

Com estes equipamentos, a técnica realçou que agora não é necessário enviar todas as colheitas e requisições para a ilha do Fogo ou cidade da Praia, diminuindo assim o tempo de espera das respostas.

Agora, conforme contou Zuleica Monteiro, é possível realizar exames de hemograma completo, colesterol, glicemia, creatinina, ácido úrico, entre outros exames de rotina que são solicitados.

Desde que haja reagentes, a mesma fonte sublinhou que é possível fazer a maioria dos exames, com a excepção de alguns que não possuem máquinas e que tem de ser necessário enviar as amostras para a ilha do Fogo ou a cidade da Praia.

“Antes a colheita era feita na terça-feira para ser enviada à ilha do Fogo e depois os pacientes ficavam à espera dos resultados”, disse a mesma fonte, reforçando que agora faz a colheita e análise no mesmo dia, mas não consegue entregar a resposta no dia por ser a única técnica e ainda precisa passar os resultados à mão.

Mas, garante aos pacientes que no dia em que tiverem consultas marcadas para a entrega dos resultados, estes já estarão prontos.

MC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos