Brava: Crianças participam numa conversa aberta sobre interesse pela leitura

Nova Sintra, 18 Out (Inforpress) – Um grupo de seis crianças participou numa conversa aberta com a contadora de histórias Eloisa Fernandes, como uma forma de “despertar nelas o desejo e o interesse pela leitura”.

Em declarações à Inforpress à margem do evento que aconteceu este sábado, Eloisa Fernandes lamentou a pouca participação das crianças, pais e jovens, salientando que derivado à situação da pandemia vivida actualmente no mundo inteiro, dá para entender.

Entretanto, com as seis crianças que participaram, a contadora de histórias considerou o encontro como sendo “excelente”, justificando que foram poucos em números, mas muito em qualidade.

Pois, conforme acentuou, “falar de livros nunca é perda de tempo, independentemente se é para uma sala cheia ou uma pessoa só”.

Aliás, reforçou, que falar com a criança é como lançar uma semente, pois, “tudo começa com a criança”.

“Quando ensinamos a criança é sinal que daqui a anos teremos adultos orientados”, declarou a mesma fonte.

Durante a conversa, Eloisa Fernandes teve a oportunidade de partilhar a sua experiência com os livros e a forma como se apaixonou por eles.

Segundo a palestrante, o que a preocupa nos dias de hoje é ver que para os jovens, o livro é “algo um pouco ultrapassado e que deveria estar nos museus”.

A mesma sublinhou que isso deve ao facto de os jovens terem acesso à informação através dos recursos tecnológicos.

Mas, defendeu que é preciso arranjar formas de fazer com que os jovens despertem e desabrochem neles o amor pelos livros e pela leitura em si.

Mesmo sem a presença dos jovens no evento, Eloisa Fernandes não deixou de contar aos mais pequenos como foi o seu primeiro contacto com o livro e a forma que despertou o interesse pela leitura.

Neste mesmo evento, as crianças partilharam as histórias conhecidas umas com as outras, algo que deixou a palestrante “feliz”, porque mesmo sendo crianças de 6 a 8 anos, estas demonstraram que têm tido contacto com os livros, que não sejam somente os obrigatórios para a aprendizagem na escola.

Este evento foi organizado pela Presidência da República, no âmabido do Dia Nacional da Cultura, celebrado dhoje, 18 de Outubro.

MC/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos