Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Brava: Câmara municipal faz entrega de caprinos para melhorar o sector da pecuária (c/áudio)

Nova Sintra, 22 Nov (Inforpress) – A Câmara Municipal da Brava fez hoje a entrega de 80 cabras e 11 bodes reprodutores a trinta beneficiários, num projecto financiado pelo Fundo da Descentralização, visando a melhoria do sector da agro-pecuária.

Esta informação foi avançada à Inforpress pelo vereador responsável pela área do Saneamento e representante dos projectos financiados pelo Fundo da Descentralização, Danilson Andrade, explicando que esta acção encontra-se inserida num projecto maior que abrangem as duas principais áreas consideradas “fundamentais e preponderantes” para o desenvolvimento sustentável da ilha Brava, nomeadamente, a pesca e agropecuária.

Danilson Andrade sublinhou que a câmara municipal concorreu ao Fundo de Descentralização e o projecto foi aprovado com um orçamento total de 21 mil contos no âmbito do qual têm vindo a desenvolver acções nestas duas áreas.

Segundo a mesma fonte, os animais vieram da ilha do Fogo, num valor que ronda os 1.600 contos, porque estão à procura de uma “genética forte”, que possa melhorar o gado caprino na ilha Brava, acreditando que no futuro próximo terá efeitos positivos.

Os trinta beneficiários foram seleccionados de acordo com o Cadastro Social Único, equidade de género e os participantes da formação de Produção Semi-intensiva de Ruminantes.

No acto da entrega foi assinado um termo de acordo e compromisso em que os beneficiários se comprometeram a entregar ao projecto duas fêmeas desmamadas para dar continuidade e garantir a sustentabilidade do projecto, beneficiando assim outras pessoas.

“Queremos garantir a produção do queijo, dar uma outra perspectiva e permitir que as famílias tenham o seu próprio rendimento, para que o queijo seja muito conhecido e assim alavancar o sector da agro-pecuária”, destacou este responsável.

Em relação à pesca, Danilson Andrade realçou que já foi construído o edifício onde vai funcionar a cooperativa de pesca, já foi criada e institucionalizada uma loja de peças para pescado que não existia na ilha, uma unidade de produção de gelo, além de uma sala multiuso.

A mesma fonte indicou que o projecto iniciou com as intervenções feitas na casa dos pescadores em Tantum, mas que ainda falta um espaço para funcionar uma oficina de reparação de botes e outras embarcações de pesca, evitando que as pessoas andem longas distâncias para confeccionar e reparar os botes.

MC/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos