Brava: Autarca faz balanço positivo da sua participação no 19º encontro das cidades SSSL

Nova Sintra, 25 Mai (Inforpress) – O presidente da câmara municipal da Brava, Francisco Tavares, fez hoje um balanço “positivo” da sua participação no 19º encontro das cidades do Festival Sete Sóis Sete Luas (SSSL) e da visita ao município de Tábua em Portugal.

Em declarações à Inforpress via facebook, Francisco Tavares, que ainda se encontra fora da ilha, explicou que o encontro das cidades SSSL, que decorreu em Odemira – Portugal, foram dois dias de debates, troca de experiências e serviu para perspectivar para aquilo que deve ser a atuação futura de cada cidade para que o projecto SSSL nesta troca cultural continue a existir.

O edil informou que teve a oportunidade de fazer uma apresentação de tudo o que o festival significa para a Brava e o que trouxe de bom para a ilha nos últimos 10 anos, em que está a participar no festival SSSL.

Francisco Tavares considerou que esta também foi uma oportunidade para manter contacto com o presidente da Câmara de Odemira, de Ponte de Sor, que é a capital do festival SSSL em Portugal e também com o presidente da Câmara de Saint Paul, das Ilhas de Reunião.

Além dos contactos institucionais, o autarca destacou também a importância da troca de experiência com todos estes municípios que já receberam a Brava 7Luas Band, banda bravense criada no âmbito do festival SSSL.

Quanto à visita ao município de Tábua, Francisco Tavares acentuou que é um município pequeno, do centro Norte de Portugal, município do distrito de Coimbra com 12 mil habitantes, mas com “experiências interessantes”.

Nesta visita, contou que teve uma reunião com a equipa camarária, onde foi feito a radiografia do município, o que tem feito, experiências a nível de obras, infra-estruturas, projectos sociais, culturais, recreativas, desportivas e ainda a oportunidade de visitar infra-estruturas municipais e obras de requalificação urbana.

Igualmente, esteve na Escola Técnica, onde segundo o mesmo vai se trabalhar na possibilidade de jovens bravenses também fazerem formações técnicas na Tábua, principalmente na área de Saúde e Mecânica Auto.

“Um município com 12 mil habitantes, mas com uma realidade económica e financeira totalmente diferente do município da Brava que possui metade da população, mas um município desejoso de apoiar a Brava”, finalizou o autarca realçando que vão continuar este diálogo para no futuro assinar um protocolo, que vai intensificar a troca de experiência.

MC/JMV
Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos