Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Brava: Associação Biflores já recolheu mais de 480 mudas de plantas endémicas para viveiro (c/áudio)

Nova Sintra,12 Jul (Inforpress) – A associação biflores já recolheu 484 mudas de plantas endémicas para construir um viveiro para serem colocadas nos jardins botânicos das escolas e numa potencial área protegida que será criada na Brava.

Em entrevista à Inforpress, Dilma Lopes, líder do projecto terrestre explicou que estão a fazer o inventário das plantas endémicas existentes na ilha, realçando que até agora já colectaram 484 mudas para o viveiro.

Além destas mudas sublinhou que estão a produzir plantas através de sementes que posteriormente vão ser colocadas nos jardins botânicos das escolas primárias e secundárias, mas também vão ser utilizadas para fazer a reflorestação da natureza, dentro da potencial área protegida que pretendem criar na ilha.

Questionada sobre a possibilidade da criação de uma área protegida na ilha, a mesma fonte realçou que já identificaram quatro trilhas que ficam próximas da bacia hidrográfica de Fajã d´Água, zona onde pretendem criar a área protegida.

Sobre as trilhas, indicou a ribeira do marmulano, informando que nesta área há uma espécie de marmulano adulto, a estrada que dá acesso à piscina natural de Fajã d´Água e a localidade de Figueiral e a própria ribeira de Fajã d´Água.

“A ilha é muito rica em flora, mas possui grandes ameaças devido ao pastoreio livre e à falta de conhecimento das pessoas em relação às plantas endémicas”, disse Dilma Lopes.

Daí que, sublinhou, terão de fazer workshops e palestras para alertar a população sobre as espécies endémicas e as suas funções, iniciando-se desde o ensino básico, aos adultos para ver se a pressão sobre estas espécies pode diminuir.

“Para a ilha este projecto traz grandes benefícios, pois a Brava é a única ilha que não possui uma área protegida”, enfatizou a líder, reforçando que trabalhando neste projecto terrestre, futuramente os recursos naturais vão sofrer menos ameaças e a ilha vai evoluir.

Anunciou ainda que, de acordo com o plano de actividades da conservação da flora endémica da ilha Brava, a equipa terrestre já deu início à distribuição de plantas endémicas do viveiro às pessoas das comunidades da ilha, com o propósito de terem em suas parcelas privadas espécies endémicas, acção esta que foi recebida de bom-grado pelas pessoas.

MC/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos