Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Bolsa de Valores aposta na recuperação da economia em 2022

Cidade da Praia, 07 Jan (Inforpress) – A administração da Bolsa de Valores de Cabo Verde (BVCV) almeja que 2022 seja o ano de demonstração do papel central desta instituição financeira na recuperação da economia, mediante a promoção de novos produtos e serviços.

O presidente do conselho de administração da BVCV, Miguel Monteiro, avançou que os novos serviços estão direccionados para o papel comercial, sistema ‘market maker’, desmaterialização de títulos, Diáspora Bond e fundos de investimentos, entre outros.

A Bolsa de Valores, garantiu, “irá continuar firme e forte na realização de operações de financiamento às empresas, aos munícipes e ao Governo”, tendo projectado que 2022 será marcado pela implementação efectiva da Plataforma BLU-X, considerada uma mais valia para a internacionalização da Bolsa, assim como para a mobilização de recursos para o financiamento da Economia Azul.

Perspectiva ainda para o ano em curso, no qual a BVCV almeja o maior número de operações obrigacionistas, na casa de dois dígitos, a realização em Cabo Verde do II Meeting da WACMIC (West African Capital Markets Integration Council), na qual se prevê, pela primeira vez, a eleição de Cabo Verde para a presidência rotativa desta organização.

Monteiro asseverou que a instituição precisa contar com todos os investidores residentes e na diáspora, com os bancos operadores e com o Governo, sobretudo nos processos de privatização e na revisão do pacote legislativo, visando melhores condições de acesso ao mercado.

As instituições parceiras internacionais residentes e não residentes, entidades emitentes e potenciais emitentes, ONG e universidade afiguram-se como outros parceiros com os quais espera contar a administração da Bolsa de Valores de Cabo Verde.

A capitalização bolsista registada nos finais de 2021 atingiu 92 milhões de escudos, após uma variação na ordem de 12,89 % (por cento), face ao registado em finais de 2020, com a particularidade da Bolsa de Valores de Cabo Verde ter mobilizada 25 mil milhões de escudos nos mercados de capitais durante 2021, com uma variação de 10 milhões em termos absolutos, 68% face a 2020.

SR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos