Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Boa Vista/Turismo: Autarca defende aposta numa plataforma de diálogo público-privado multissectorial

Sal Rei, 25 Set (Inforpress) – A vereadora do turismo da Câmara Municipal da Boa Vista (CMBV), Nádia Santos, advogou a necessidade de se apostar numa plataforma de diálogo público-privado multissectorial para a gestão do destino turístico da ilha das Dunas.

A responsável do pelouro do turismo fez esta observação durante a apresentação do tema “Desafios do Turismo em tempos de covid-19”, no Fórum Repensar Turismo na Boa Vista, organizado pela Câmara Municipal da Boa Vista (CMBV), que se encerrou hoje, na cidade de Sal Rei, no Centro de Arte e Cultura (CAC).

Sobre os impactos da covid-19 na ilha da Boa Vista, a vereadora enumerou a estagnação do turismo, o encerramento do aeroporto aos voos internacionais, o encerramento de empresas (hotéis, restaurantes, bares e afins), o aumento do desemprego e consequentemente o aumento da pobreza e procura dos serviços municipais.

A diminuição da população, bem como o impacto “negativo” no comércio, insegurança alimentar, transporte deficitário e diminuição da mobilidade devido a dificuldades de transportes são outros dos impactos da covid-19 na ilha.

Entretanto, a autarca, tendo em conta a situação actual, mencionou algumas necessidades para a ilha da Boa Vista, destacando infra-estruturas de saúde, melhorias no saneamento/ambiente, urbanização, requalificação/reconstrução do centro histórico de Sal-Rei, e a necessidade de mais formação profissional.

Nádia Santos considerou ainda que há necessidade de maior conectividade, isto é, maior número de transportes inter-ilhas, voos internacionais e de low-cost, assim como mais e melhores serviços de restauração, entre outros.

Mas a nível local, a vereadora apontou alguns investimentos concluídos, acções em curso, e obras a iniciar a curto e médio prazo, destacando a conclusão da obra da praça de Povoação Velha, o calcetamento de algumas artérias da cidade de Sal Rei, projectos de limpeza e saneamento das zonas.

Quanto a outros projectos, a mesma fonte explicou que juntamente com o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas pretendem trabalhar na recuperação da Olaria, na criação de museus, construção da Casa da Morna em Povoação Velha e edificação da estatueta de Maria Bárbara, assim como a edificação do monumento de Aristides Pereira na Praça de Fundo das Figueiras, reabilitação da peixaria, reabilitação do cemitério judeu e construção de uma creche municipal.

“É preciso olhar para Boa Vista com os olhos de ver, infraestruturar e urbanizar a ilha, resolver a questão dos transportes, tanto aéreo como marítimo, incentivar pequenos investimentos, pequenos negócios”, resumiu, considerando ser estes alguns dos pontos fundamentais para manter o turismo.

A vereadora apelou que para isso, é preciso a união de esforços, a nível local e nacional, com o Governo, instituições públicas e privadas, empresas, organizações, e associações, para que se consiga retomar o patamar anterior alcançado, e quiçá ultrapassá-lo.

No decorrer da apresentação exibiu-se um vídeo com as qualidades da ilha em termos turísticos, com imagens das paisagens, monumentos culturais, diversidade e riquezas que podem ser ofertas a nível turístico. Seguiu-se uma reflexão e debate sobre o filme, com o público presente.

VD/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos