Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Boa Vista: Processo de demolição das barracas está a decorrer na normalidade sem resistência de pessoas – vereador de urbanismo

Sal Rei, 19 Dez (Inforpress) – O vereador do urbanismo da câmara da Boa Vista, Aristides Brito, informou que a primeira fase de demolições de barracas na zona norte do bairro de Boa Esperança está a decorrer “na normalidade e sem resistência de pessoas”.

O responsável de urbanismo avançou estas informações à Inforpress quando falava sobre este projecto que se enquadra no projecto de requalificação do Bairro de Boa Esperança, uma parceria entre o Governo de Cabo Verde e a Câmara Municipal da Boa Vista, com investimento de um milhão e 47 mil contos proveniente do Fundo do Turismo.

“Hoje arrancamos de acordo com o planeado, com o primeiro processo de demolição de barracas na fronteira entre a zona norte e a zona de expansão, no bairro de Boa Esperança, onde havia dois focos de barracas”, disse o vereador, que avançou ainda que nesta sequência já foram realojadas 41 famílias nas “Casas para todos”, classe A.

Segundo Aristides Brito, “o processo está a decorrer na normalidade, de forma tranquila, sem nenhuma situação extraordinário de resistência de pessoas, congratulando-se pela colaboração dos mesmos neste processo”.

“O espaço onde se está a demolir as barracas, vai ser infraestruturado, loteado e serão ainda vendidos lotes de terrenos”, afirmou Aristides que garantiu que a demolição ficará concluída entre hoje e sexta-feira, e com mais dois dias adicionais para o transporte dos entulhos.

A mesma fonte relembrou que todo o processo iniciou com o cadastro desde 2017, e que a primeira fase de realojamento começou já há algum tempo, com a instalação das vítimas do incêndio no bairro, que aconteceu em meados de Janeiro.

Durante o processo de realojamento, que se prolonga durante todo o ano de 2020, serão contempladas mais de 600 famílias em regime de arrendamento social, nos 174 apartamentos classe A do Programa “Casa para Todos” existentes.

Entretanto, conforme o vereador, as casas para todos serão “insuficientes”. Por isso, segundo o mesmo adiantou, vão ser construídos 97 quartos, 67 apartamentos T0 e 82 apartamentos T2, onde serão realojadas mais famílias, também em regime de arrendamento social e venda, no decorrer do próximo ano.

“Além da zona norte, este projecto abarca também a zona sul do bairro de Boa Esperança e o bairro da zona de Farinação, que será demolida, e que as 50 famílias que ali moram também serão realojadas”, disse o vereador que ajuntou que se prevê criar no sítio um espaço público nobre sobre o mar, isto no âmbito do projecto de requalificação da Praia d’diante.

Segundo explicou aquele responsável de urbanismo, as barracas não serão demolidas de uma só vez, mas sim, de forma cautelosa por fases já devidamente identificadas e com tempo limite, seguindo-se nesta linha para o realojamento.

Isto porque segundo o mesmo, são muitas famílias, logo terá que ser feito de forma a garantir e evitar o surgimento de novos assentamentos de barracas e bairros, sem sair deste controlo, já planeado.

O vereador Aristides Brito, concluiu dizendo que o projecto de requalificação vai continuar e que se prevê criar um plano para que tanto a demolição, como o realojamento das famílias de todo o bairro de Boa Esperança fique concluída até ao final do próximo ano.

VD/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos