Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Boa Vista: Presidente da câmara afirma que PAICV está desatento aos feitos desportivos realizados nos últimos quatro anos

Sal Rei, 17 Jul (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal da Boa Vista, José Luís Santos, afirmou hoje que o PAICV “esta desatento aos investimentos que a câmara tem feito no desporto, nos últimos quatro anos”.

O edil boavistense reagia, em conferência de imprensa, às acusações da vice-presidente da Comissão Política Regional do PAICV, Denise Évora que considerou que uma entrega de equipamentos e materiais desportivos tenha sido por fins eleitoralistas.

O presidente da CMBV disse que, mais uma vez foi surpreendido pela declaração do PAICV, na ilha da Boa Vista, que proferiu “aberrações”, deixando-o “muito preocupado” pela postura de um partido “negativista e amargurado” que não reconhece os feitos realizados.

“Talvez este partido não tenha dado conta e nem viu, porque a oposição que é convidada para as inaugurações e nunca aparece talvez seja essa a razão do desconhecimento do PAICV”, afirmou o edil que elencou entre outras realizações desportivas o fórum do desporto, a construção de dois campos relvados em Ca Gadja e Boa Ventura, a reabilitação de cinco polivalentes e melhorias do Estádio Arsénio Ramos.

José Luís Santos pediu ao “PAICV para usar da memória”, relembrando que “desde o início do mandato a câmara apostou na atribuição de subsídios aos clubes e associações desportivas e entrega de equipamentos”.

Para o autarca, a entrega de cerca de três mil contos em equipamentos às diversas modalidades desportivas na quinta-feira, “foi apenas mais um ponto ou reforço na sua agenda, apostando fortemente no desenvolvimento do desporto na ilha”.

Conforme o edil as oposições na democracia participam na governação dando sugestões, pelo que assegurou, “nunca ouviu sugestões e opiniões da bancada do PAICV”, sobretudo na área desportiva em que, a seu ver, “a câmara tem feito muito trabalho, não obstante as dificuldades”.

“Esta oposição que pretende ser poder, é uma oposição que não merece credibilidade de ninguém porque nega o óbvio, e para ser poder é necessário efectivamente ter uma visão diferente de colaboração, de contribuição para que as coisas acontecem e da melhor forma”, disse o presidente boa-vistense, frisando que “a oposição tem surpreendido pela negativa com uma postura e comportamento que Boa Vista não merece”.

VD/HF

Inforpress/FIM

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos