Boa Vista: PM diz que a Escola do Rabil representa “melhor qualidade” do ensino e da aprendizagem

Sal Rei, 12 Fev (Inforpress) – O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, presidiu hoje à inauguração das novas instalações da Escola Básica do Ensino Obrigatório do Rabil, na Boa Vista, considerando que a infra-estrutura representa “melhor qualidade” do ensino e da aprendizagem.

“Esta escola representa uma melhor qualidade na aprendizagem para os alunos, para os professores no processo de ensino. E que venha a transformar numa escola onde os alunos se sintam bem, e que os encarregados de educação se sintam confiantes, que os seus filhos estão sendo bem tratados”, disse Ulisses Correia e Silva, referindo que as escolas são cada vez mais do que espaços de ensino e aprendizagem e que quando têm qualidade, “integram, socializam e tornam jovens e adolescentes felizes”.

O primeiro-ministro considerou que, de facto, a construção é de uma escola nova, e que se conservou a arquitectura antiga de uma sala de aula para manter a história e memória de quando foi construída em 1962.

Conforme o chefe do Governo, investir na “educação é investir em infra-estruturas”, como a que foi hoje inaugurada, mas é também “investir na reformação do ensino”, relembrando a do Ensino Básico, que está em curso, para que os alunos até chegarem ao Ensino Superior tenham uma “boa base educativa, inclusiva e de qualidade”.

Ulisses Correia e Silva deixou uma palavra de apreço a todos os professores que passaram pela escola, responsáveis pela formação de “homens e mulheres de Cabo Verde”.

Aos docentes que se encontram no activo, o chefe do Governo pediu que “agarrem cada vez mais com força e determinação a nobre missão de fazer homens e mulheres de referência no país e para todos”.

Por seu lado, o presidente da Câmara Municipal da Boa Vista, Cláudio Mendonça, recorreu a frase de Nelson Mandela, “A educação é a arma mais poderosa para mudar o mundo”, e “estimulou o aproveitamento desta ferramenta e das condições que proporcionam para transformar a ilha”.

Para o edil, a remodelação e ampliação da infra-estrutura educativa na escola do Rabil “vai enriquecer o parque educativo da ilha e trazer mais-valia, com melhores condições de promover o ensino e a aprendizagem às crianças que são o garante de desenvolvimento da Boa Vista e do país”.

Por isso, explicou que “durante todo o seu mandato, a educação continuará sendo a prioridade”, estando ciente que este sector é o “pilar de desenvolvimento de um povo”.

Cláudio Mendonça reconhece que as obras de ampliação, remodelação e equipamento de uma escola com esta envergadura hoje inaugurada se impunham e vão valorizar o parque educativo da ilha.

“Mais do que uma obra, é um sonho concretizado no investimento na qualidade, bem-estar, no conforto, de todos que dela fazem parte”, disse a Delegada de Educação de Boa Vista, Risandra Gabriel.

Para a responsável, a escola foi projectada pensando não só nas necessidades do presente, mas também numa “escola do futuro, onde a acessibilidade e a inclusão são pirâmides importantes e o despertar pelas artes e pelas TIC, um alvo a conquistar.

A mesma fonte congratulou-se com este “ganho imensurável”, investimento que, destacou Risandra Gabriel, abriu a possibilidade de introduzir o 7° ano de escolaridade, estando certo que permitirá no próximo ano lectivo alargar para o 8° ano de escolaridade.

A Escola Básica do Ensino Obrigatório do Rabil é uma obra cujo investimento ronda os quarenta mil contos e está dotada de onze salas de aula, uma sala de informática, uma sala de educação artística, biblioteca, cozinha e sanitários.

VD/JMV

Inforpress

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos