Boa Vista: Performance cénica e criativa marca início oficial do “Março – mês do teatro” (c/áudio)

Sal Rei, 09 Mar (Inforpress) – Um flash Mob na Avenida 04 de Julho, na cidade de Sal Rei, com performances cénicas e criativas, marcou o início oficial da programação “Março – mês do teatro”, organizada pela autarquia, em parceria com grupos locais.

A actividade atraiu curiosos que quiseram ver o grupo “Tous les Mêmes” a exibir, entre outros géneros, dança tradicional e internacional, bem como performances elucidando tradições e cultura cabo-verdiana.

Entretanto, antes, à frente do Centro de Artes e Cultura (CAC) houve uma actuação do grupo local Casa Nova, com “Estátuas Vivas”, que retratou, entre outras vivências quotidianas cabo-verdianas, o dia-a-dia da faina.

Na ocasião, a organizadora que é também atriz Irina Fonseca, explicou que, aproveitando o incentivo da Câmara Municipal da Boa Vista, apresentou a proposta de uma programação de “Março – mês do teatro” que englobasse todos os grupos de teatro da ilha de forma a realizar as actividades em conjunto.

Daí que, ressaltou, todos os grupos teatrais da ilha estão envolvidos no projecto, ou seja, o grupo Nova Casa, Alcateia, que é responsável pelo grupo Tenn Wolf, Seven Stars e um grupo de crianças que frequentam o curso de teatro infantil.

Para além do palco onde as peças de teatro são apresentadas, no auditório do CAC, Irina Fonseca informou que haverá agenda da “Março – mês do teatro” noutras localidades da ilha da Boa Vista com ‘skech’, ‘workshop’ de teatro na localidade de Rabil, e performances, entre outras actividades.

“Prometo que vai ser um programa recheado, vale a pena. Quando as pessoas vierem não vão se arrepender do que poderão assistir”, assegurou, pedindo às pessoas que assistam às peças de teatro e que apoiem as actividades.

Por seu lado, a vereadora da Cultura da câmara da Boa Vista, Nádia Santos, contou que desde o ano passado a autarquia encontrou “alguma dinâmica” nos grupos teatrais, que têm vontade de trabalhar a arte cénica na ilha.

Por isso, aclarou que a edilidade identificou potencial desde as crianças a adultos e decidiu apostar em colaborar e apoiar os grupos locais com ‘workshps’, formações e incentivos na realização das peças teatrais, entre outras actividades.

“O mês de Março vai nos demonstrar aquilo que é o trabalho que vem sendo feito desde o ano passado e com muito esforço, dedicação e empenho. Vamos mostrar aquilo que é o teatro da ilha da Boa Vista”, pontuou, realçando as demonstrações das tradições da ilha através do teatro.

Na óptica da vereadora esta programação será mais uma valência na cultura da ilha, e aproveitando da presença do ministro da cultura e das indústrias criativas, Abraão Vicente, a autarca lançou o repto para que o ministério apoie o evento, tendo em conta o potencial identificado.

Nádia Santos pediu para que as pessoas aproveitem ao máximo a programação, enaltecendo as novidades que constam na agenda para este ano.

VD/AA

Inforpress 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos