Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Boa Vista/Operação Natal e Fim de Ano: Comando Regional vai apostar na sensibilização e proximidade policial (c/áudio)

Sal Rei, 22 Dez (Inforpress) – O Comando Regional da Boa Vista destaca sensibilização, proximidade policial, controlo nos estabelecimentos comerciais, hoteleiros-turísticos e fiscalização rodoviária, nos bares, e no Porto de São Rei como as prioridades na operação Natal e fim de ano.

O comandante de destacamento do Corpo de Intervenção, Hermelindo Fernandes, fez estas observações em conferência de imprensa para falar sobre o plano de operação para Natal e fim de ano de Boa Vista, que envolve todo o comando e meios, ou seja, 79 efectivos, com um mapa de trabalho dividido e fraccionado em função das necessidades.

Segundo o comandante, vai-se centralizar no policiamento de proximidade e visibilidade de policias destacados para as ruas, sobretudo nas horas de fecho de estabelecimentos comerciais, tanto na cidade de Sal Rei, na zona norte, como em Bofareira e Povoação Velha.

“Vamos dar grande atenção sobretudo nos estabelecimentos comerciais, transmitindo-lhes algumas experiências e conselhos para implementar nos seus estabelecimentos”, afirmou o comandante, sublinhando para ter-se atenção na estrutura física, qualidade das janelas, fechos de porta, gradeamento em condições, operacionalizar e monitorizar locais com câmara de vídeo vigilância em condições.

Acrescentou ainda para se evitar ter grandes quantidades de dinheiro, depositando-o assim que possível e com atenção redobrada. Entretanto pede que, caso não se sentir seguro, poder-se-á solicitar a policia para acompanhamento nas operações bancárias.

O comandante adverte aos bancos nesta mesma linha de ideia, sendo que há grande afluência de pessoas naqueles estabelecimentos económicos, por esta altura do ano.

Sendo Boa Vista uma ilha turística e neste momento em época alta, Hermelindo Fernandes disse que se ira também transmitir princípios de segurança aos funcionários que deverão retransmiti-los aos turistas, como outro ponto fulcral deste plano.

“No que diz respeito à parte mais operacional, haverá rusgas tanto diurnas como nocturnas em todos os bares de toda a ilha”, avançou o comandante, frisando que a ideia é controlar a movimentação de pessoas em todos os bairros, sobretudo nas horas consideradas mortas, para procurar produtos considerados ilícitos, pessoas em acções suspeitas ou consideradas ilegal.

O responsável assinalou ainda a fiscalização de documentação de estrangeiros. Para esta missão, segundo contou, vai abarcar sobretudo o pessoal da área fronteiriça, reforçando-os com o grupo de intervenção da esquadra.

Porto de Sal Rei é outro sítio de foco para rusgas, ressalvando o comandante que “todos são”, mas há alguns que dão atenção “redobrada”, e que por isso vão de forma “mais musculada”.

Para aquela zona, segundo explicou, vai se fazer controlo de entrada e saída de pessoas tendo em agenda rusgas pelo menos na hora da chegada e partida de embarcações, para fiscalização de chegada de produtos ilícitos ou de qualidade duvidosa, como aguardente, estupefacientes, e produtos roubados.

Ainda na área de ordem pública, a mesma fonte avançou que se vai centrar também na fiscalização rodoviária, de documentação de viaturas e condutores, com “especial” atenção ao excesso de velocidade, ilegalidade na condução, e principalmente de forma “apertada” nos casos de sob o efeito de álcool, uso de telemóveis, e excesso de passageiros.

Fiscalização direccionada para hotéis, sobretudo controlo de boletins de alojamento e documentação dos funcionários estrangeiros, e estrangeiros, fiscalização na área marítima, reforçando a polícia marítima com inspecção em navios, e outras embarcações, são outros pontos da operação Natal e fim de ano.

Para além disso, informou que pretendem fazer ainda um controlo específico nos estabelecimentos comerciais, para apreensão de bebidas sem qualidade e ilegais, e fiscalizar também a frequência e ou permanência de menores nestes mesmos espaços.

Às pessoas, o comandante apela para evitar circular com dinheiro no bolso dando preferência ao cartão 24, evitar lugares com pouca circulação de pessoas e iluminação, e precaver sair com telemóveis, jóias e objectos valiosos.

O comandante aconselha ainda evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, e para os pais e encarregados de educação ter atenção redobrada nas crianças e adolescentes, apelando para não os enviar para compra de bebidas, e fazer um acompanhamento assertivo nas crianças no momento de sair para a rua, procurando saber com quem ficam, onde e quando regressam.

“Estamos aqui para servir a comunidade, por isso em caso de qualquer necessidade não hesitem em entrar em contacto com a polícia através do número de emergência de forma a nos permitir dar uma resposta mais rápida a qualquer situação”, concluiu o comandante que aproveitou a oportunidade para “desejar feliz Natal e um próspero ano novo de todo o comando, garantindo estar sempre presente para servir a população.

O plano começou desde o dia 14 de Dezembro e termina no dia 5 de Janeiro. Mas antes, haverá uma mega-operação a nível nacional, no dia da passagem de ano, com policiamento “redobrado”.

VD/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos