Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Boa Vista: Ministra Eunice Silva considera que o bairro de Boa Esperança está “completamente transformado”

Sal Rei, 18 Mai (Inforpress) – A ministra das Infra-estruturas, Ordenamento do Território e Habitação, Eunice Silva, considerou que houve grande transformação no bairro da barraca e na intervenção no período de concessão e deliberação dos projectos no Bairro de Chã de Salinas.

A ministra fez estas considerações durante a visita à ilha da Boa Vista, acompanhada da secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza de Portugal, Célia Ramos, para apresentação do ponto de situação da infraestruturação do bairro de Boa Esperança e da expansão do Bairro de Chã de Salinas, zona norte.

Este projecto de infraestruturação conta com a parceria técnica de Portugal, no âmbito da cooperação existente entre os dois governos, mais precisamente, com a Secretaria de Estado do Ordenamento do Território.

Eunice Silva disse que já se atreve a afirmar que o bairro já não é barraca, sendo que está completamente transformado.

“Dos trabalhos que fizemos dentro do bairro, pode-se constatar que já têm à porta de cada casa a rede de água, tendo as pessoas o acesso a esse líquido, a rede de esgotos e a electricidade”, disse a ministra.

Eunice Silva anunciou ainda que o Governo vai trabalhar junto da população, dos residentes, da câmara e com as outras instituições, nomeadamente a Sociedade de Desenvolvimento Turístico das Ilhas de Boa Vista e Maio e de Águas e Energias da Boa Vista (AEB) para que as pessoas, num período a definir, fiquem isentas de pagamentos para poderem fazer a ligação das redes.

A ministra salientou a importância de as famílias aderirem a esse período que o Governo vai disponibilizar com o tempo necessário para as pessoas ligarem as redes técnicas.

Quanto ao Bairro de Chã de Salinas, na zona norte, a governante referiu que haverá na zona cerca de 400 lotes, dos quais cerca de 40 vão ser utilizados para a construção de prédios, afirmando já se ter lançado concurso para execução de obras de 171 T1, e 200 T0.

Segundo explicou Eunice Silva, os T0 serão quartos em albergues para as famílias que têm pessoas singulares dentro de casa ou aluguer de um quarto, para as que estão a viver sozinhas terem acesso a quarto devidamente equipado com uma casa de banho.

“A outra parte vai ser afectada às outras famílias que têm um agregado familiar maior ou seja, com 4 ou 5 pessoas. Estes lotes vão ser afectados em condições a ver porque temos aqui no bairro uma missão técnica a trabalhar junto da câmara para fazer o cadastro”, garantiu Eunice Silva, salientando que “em função deste censo vai-se ver as famílias do bairro que vão passar para lotes de terreno a construir com o apoio do Estado, e os que vão para os edifícios a serem construídos e aqueles que estão em condições de permanecer nas suas residências não terão direito de construção”.

De igual modo, a secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza de Portugal, Célia Ramos, que há dois anos já tinha estado na ilha da Boa Vista, disse ter constatado que “foi feito um excelente trabalho”.

“Quando estive aqui há dois anos de facto era um bairro que tinha características de problemas de saneamento, de abastecimento de água. Hoje de facto as populações têm as ruas pavimentadas, têm a possibilidade de ter acesso a água potável e esgotos”, avaliou Célia Ramos, reconhecendo que houve mudanças que considera significativas nas infra-estruturas feitas pela administração central, como pelo presidente da câmara.

Sobre a expansão do bairro de Boa Esperança, em Chã de Salinas, a secretária de Estado de Portugal é de opinião que estão reunidas todas as condições para que as populações possam efectivamente aderir a estas condições que lhes são disponibilizadas, sublinhando, que notou que as populações aprimoraram as suas casas, agora estão pintadas, tiveram obras.

“Julgo que estão reunidas todas as condições para melhorar significativamente a vida das pessoas, que é para isso que quer a ministra quer o presidente da câmara estão a trabalhar” finalizou.

Depois desta visita a Boa Vista, e acompanhada da comitiva da ministra Eunice Silva, a governante portuguesa desloca-se hoje ao interior da ilha de Santiago.

VD/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos