Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Boa Vista: Mais de dois mil inscritos no arranque de vacinação na ilha – delegado de Saúde (c/áudio)

Sal Rei, 15 Jun (Inforpress) – Mais de duas mil pessoas estão inscritas na ilha da Boa Vista para o processo de vacinação colectiva contra o vírus da covid-19, que teve inicio hoje no pavilhão desportivo Seixal, revelou o delegado de Saúde, Elton Brito.   

Com efeito, o processo de vacinação massiva contra covid-19 iniciou-se hoje na ilha da Boa Vista, ilha onde, a 20 de Março do ano passado, foi diagnosticado o primeiro caso da covid-19 no País, um turista inglês, de 62 anos, que chegara à ilha a 09 de Março com sintomas, tendo testado positivo para o novo coronavírus.   

À porta do pavilhão Seixal, um dos lugares para se inscrever e “maior posto de vacinação da ilha”, os voluntários da Cruz Vermelha distribuíam senhas e organizavam as pessoas que se preparavam para serem vacinadas com a vacina AstraZeneca.   

No interior do estabelecimento, de um lado se encontravam as pessoas que aguardavam a vez, de outro lado as que já estavam imunizadas, enquanto ao centro do pavilhão estavam quatro equipas de profissionais de saúde, constituídas por um registador, uma enfermeira, para fazer a triagem, e uma enfermeira para proceder a vacinação.  

“Neste momento estamos com quase duas mil pessoas inscritas e o processo de vacinação esta a correr de uma forma normal, tendo para hoje a inscrição de 300 pessoas. A nossa meta é vacinar 400 pessoas/dia, no mínimo”, disse o delegado de Saúde, Elton Britol.  

A mesma fonte salientou que para que a vacinação corra de uma forma organizada e com maior eficácia as pessoas terão que se inscreverem nos vários pontos disponibilizados, a saber na Delegacia de Saúde, Centro de Arte e Cultura (CAC), Câmara Municipal da Boa Vista e no salão paroquial da Paróquia de Santa Isabel.   

Nos povoados, explicou, as inscrições poderão ser feitas nos postos de saúde e unidade sanitária de base e nas delegações municipais, para que a delegacia venha a se organizar e programar uma data para se deslocar ao interior da ilha ao fim de iniciar a vacinação também naquelas localidades.   

Para vacinar os acamados e idosos será concretizado um posto móvel e, com auxilio de uma ambulância uma equipa de saúde, uma enfermeira e um médico, vão às residências das pessoas que não conseguem se deslocar aos postos fixos, informou o delegado de Saúde.   

O responsável de Saúde admitiu que há resistência à vacinação, por isso deixou o apelo para que as pessoas se dirigem aos postos de inscrição e aderir a vacinação para se cumprir a meta, sublinhou, de imunizar 100 por cento (%) da população da ilha da Boa Vista, até meados de Agosto.   

“Peço para as pessoas aderirem a vacinação, é mais uma arma que temos para lutar contra a covid-19. Vai ajudar a fortalecer a nossa imunidade para se evitar que possamos desenvolver uma forma grave da doença, e estando uma pessoa imunizada diminui a probabilidade de transmitir o vírus”, afirmou.   

A mesma fonte frisou que neste momento não se pode falar em grupos privilegiados, sendo que a vacinação é agora legível para todas as pessoas maiores de 18 anos que já podem se dirigir aos postos de inscrição, e que depois serão contactados para serem vacinados.   

Sobre casos da covid-19 na ilha, o delegado de Saúde considerou que se perspectiva “um cenário mais esperançoso”, tendo a delegacia registado um número decrescente de casos de covid-19, assegurando ainda a continuação do processo de testes rápidos, de PCR e antígenos  no Laboratório de Virologia da Delegacia de Saúde da Boa Vista.   

VD/AA

Inforpress  

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos