Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Boa Vista/Festa de Santa Cruz: Organização satisfeita por cumprir programa  e espera maior adesão de pessoas no “Pedrona”

Sal Rei, 4 Mai (Inforpress) – A organização da festa de Santa Cruz, em Rabil, está satisfeita por cumprir o programa de actividades que decorreu na normalidade, e espera para hoje maior adesão de pessoas no “Pedrona”.

A zona de Rabil que vem assistindo uma série de actividades desportivas, sociais e culturais celebrou na sexta-feira, a festa de Santa Cruz, com o culminar de uma noite cultural.

A banda local, Uni Som, entre outros artistas convidados Gina, Nais, Mikinha, Vitu, animaram sobretudo com músicas tradicionais as poucas pessoas que se deslocaram ao palco instalado na rua de cabeçada, perto da praça 4 de Maio.

A banda Mazurca e outros artistas de Sal Rei, Boni Oliveira, Djugan, Kalu e Gaby fecharam a noite.

“A festa de Santa Cruz decorreu na normalidade. Estamos a cumprir todo o programa conforme estipulamos. As pessoas estão contentes e isso nos faz satisfeitos, principalmente devido ao esforço para levar adiante e realizar toda a agenda da festa”, disse o delegado Municipal de Rabil, Eugénio Gomes.

Entretanto hoje houve mais. As actividades continuaram com comemorações de “Pedrona”, a festa contínua e uma espécie de ‘sambraz’ de Santa Cruz.

Segundo conta os mais velhos, “Pedrona” surgiu, há alguns anos, quando a 4 de Maio, no dia seguinte à festa de Santa Cruz, um grupo de amigos se juntaram para em grupo tentar retirar uma pedra enorme que estava no meio do caminho.

Durante a tarde houve desfile do tradicional Navizinho e boy. Como manda a tradição alguém vestido de um boi agarra as pessoas aleatoriamente, leva-os para o recinto da festa e ali terão de pagar uma multa, que poderá ser um valor simbólico para ajudar nas festividades.

A parte gastronómica da festa, com degustação de pratos tradicionais  e matança de galo, também estiveram na ordem do dia da festa de “Pedrona”.

À noite, há jantar popular com catchupa e botchada, prato típico da ilha da Boa Vista. A comida feita em panela gigante pelos mais velhos da zona, será servida para todos que estiverem na festa.

“Esperamos que hoje haja mais adesão de pessoas nas actividades de Pedrona. Normalmente é o dia que costuma-se ter mais gente nas tradições, principalmente por ser fim-de-semana”, avançou Eugénio Gomes, que lamenta a fraca adesão de pessoas, na sexta-feira.

VD/ZS

Inforpress/Fim

**************

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos