Boa Vista: Escola de Futebol Zé Calutcha quer “formar crianças” para no futuro ter jogadores profissionais – responsável

Sal Rei, 19 Set (Inforpress) – A Associação e Escola de Futebol Zé Calutcha iniciou as inscrições para crianças dos 8 aos 12 anos, um projecto que tem por meta formar os mais pequenos para futuramente puderem abraçar uma carreira profissional.

Elton Pinto, um dos mentores deste projecto, explicou à Inforpress que a ideia de criar esta escola surgiu da troca de ideias com um amigo e colega do projecto, “Xone”, que após conversa com o presidente do Clube Sal Rei amadureceram esta intenção que ainda não havia sido ganho forma concreta.

Conforme Elton Pinto, assim desta parceira nasceu Escola de Futebol Zé Kalutcha, nome de um jogador de futebol de Sal Rei, e capitão da equipa por vários anos.

“Já estamos a trabalhar com as inscrições, para darmos início às aulas no mês de Outubro. Arrancaremos com três aulas por semana no estádio municipal, e contamos até ao final deste mês ter um grande número de alunos”, afirmou Elton Pinto.

Sobre os planos da escola, Elton sublinhou que a intenção é dar aos mais pequenos uma formação de base, acompanhando-os até chegar ao sénior. Para tal, pretendem ainda formar quatro monitores, em parceria com a Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), tendo em vista uma melhor capacitação para levar avante o projecto.

“Depois, quando chegar a fase de competição, poderemos começar também a apostar na formação dos nossos alunos para um clube de futebol. Mas isto de momento não é nosso objectivo principal”, concretizou o formador, realçando que a meta é centralizar na formação e não na competição, dando aos jogadores mais competências, condições para desenvolverem também a parte as suas capacidades humanas e sociais.

Ainda nesta senda social da Escola Zé Calutcha, Elton Pinto avançou que planeiam desenvolver um projecto mais tarde. Segundo explicou, trata-se de um projecto através do qual uma pessoa ou instituição, ou uma empresa poderá apadrinhar os alunos que não têm condições de pagar a mensalidade na escola, para que se dê oportunidade a todos de entrar na escola.

“Sabemos que nem todos têm condições e às vezes é ali que muitas vezes estão os talentos. Por isso, queremos dar oportunidade a todas as crianças. Esta solução de padrinho da escola é para qualquer outra pessoa que queira abraçar a causa”, pontuou.

Ainda para abranger crianças de outras localidades, segundo Elton, a Escola Zé Calutcha está a cogitar, depois do início efectivo das aulas, criar condições de transporte para que os alunos possam se deslocar até a cidade de Sal Rei para a pratica desta modalidade. Entretanto, assegurou que “isto não quer dizer que não irão receber crianças de outros povoados”.

Sobre as precauções a tomar por causa da Covid-19, Elton Pinto garantiu que “já estão a precaver, para seguir as medidas de acordo com a realidade que se vive de momento”.

“Esperemos que isto tudo corra bem e que se consiga colocar tudo em pratica”, concluiu Elton Pinto, que apelou aos pais a confiar e acreditar neste projecto, de modo que os seus filhos tenham mais esta opção de entretenimento e ocupação dos seus tempos livres.

VD/JMV

Inforpress/fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos