Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Boa Vista: Edil destaca atenção à área social para minimizar impacto da covid-19 no primeiro ano de mandato

Sal Rei, 27 Nov (Inforpress) – O edil boa-vistense destacou atenção à área social e respostas à demanda de pedidos de ajuda de vária ordem para minimizar o impacto da covid-19 como o foco do primeiro ano de mandato à frente da câmara municipal.

Ao fazer o balanço do primeiro ano de mandato, Cláudio Mendonça disse, em declarações à Inforpress, que não foi um momento fácil, mas de aprendizagem e desafios como arrumar a casa, e resolver constrangimentos surgidos na passagem dos dossiês.

Segundo declarou, apurou-se dívida de processos judiciais no valor de 46 mil contos, e com fornecedores em cerca de 200 mil contos, quando a anterior gestão camarária teria afirmado que a cifra se situava em 79 mil contos.

“Tivemos que limpar o nome da câmara municipal, e ainda estamos neste processo, porque não é fácil concluir isto duma só vez”, disse o autarca referindo-se a 56 mil contos de dívidas pagas para poder retomar a confiança dos fornecedores, empresas e instituições.

Para Cláudio Mendonça, hoje este dinheiro poderia estar a ser revertido em benefício da população, e entre outros trabalhos como obras, estradas, iluminação, água, apoio à pesca, mas reiterou que, “debaixo de pressões social, política, interna e por falta de recursos”, dá nota “muito positiva” a gestão e acção no terreno em um ano de mandato.

Dentro deste contexto indicou, investimentos de 70 mil contos em calcetamento nas ruas de Sal Rei, em Estância de Baixo, remodelando 15 habitações sociais e a construção de seis lages, obras cujas empreitadas estiveram envolvidas oito empresas que empregaram 200 pessoas.

Acrescentou, assinatura de sete protocolos para entre outras parcerias, a autarquia adquirir um camião de lixo, recebeu donativo de uma enfermaria de maternidade da Itália, apoios da casa da morna na Itália, e perspectivas de receber apoios para a escola náutica.

A área social, segundo disse, foi a que se deu “maior atenção”, tendo a autarquia procurado dar respostas à demanda de pedidos de ajuda a vários níveis, enumerando, entre outras, funerais, ‘evacuações’ médicas, cestas básicas e medicamentos.

Cláudio Mendonça avançou que a Câmara assumiu a 100 por cento (%) custos da ligação de energia, de água e saneamento, no bairro de Boa Esperança, num trabalho em conjunto com o Gabinete de Apoio Técnico (GAP), e que há um plano de resíduos em curso, implementação do plano sanitário em parceria com o Governo, e aquisição de um carro de lixo novo.

O edil classificou como “extraordinário” a limpeza nas localidades e povoados, e atribuição de 25% dos salários de funcionários desta área em subsídio de risco, e ainda criação do projecto de ETAR junto com a Sociedade de Desenvolvimento Turístico das ilhas de Boa Vista e Maio (SDTIBVM).

Redução de casos de covid-19, aumento de percentagem de pessoas vacinadas, para minimizar o impacto de covid-19, foram ainda identificadas pelo edil como metas alcançadas em parceria com o Centro de Saúde da Boa Vista, para que a retoma do turismo fosse hoje uma realidade.

O presidente da Câmara Municipal da Boa Vista acrescentou que se colocou fibra ótica na câmara, foi instalado um gerador de emergência, automatizado, adquirido equipamentos de informática no valor de cinco mil contos, e que foram criadas condições laborais para funcionários e colaboradores.

“Agora se me perguntar se é o que queria. Digo que quero muito mais para a ilha da Boa Vista.  Vim com sede ao pote, mas não encontrei quase nada na fonte”, disse admitindo que não foi possível materializar tudo o que idealizou e planeou.

Mas na sua prospecção, diante de todas as dificuldades, Cláudio Mendonça promete trabalhar para o desenvolvimento da Boa Vista e para que as pessoas que nela vivem tenham melhores condições de vida.

“Até o final do mandato vou sim conseguir concluir as minhas promessas eleitorais na sua totalidade”, perspectivou, o autarca, afiançando “a curto, médio e longo prazos trabalhar para o futuro”.

VD/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos