Boa Vista: Delegacia de Saúde limpa bairros da cidade e localidades do Norte no Dia Mundial de Luta Contra o Paludismo

Sal Rei, 25 Abr (Inforpress) – A Delegacia de Saúde arrancou hoje, no Dia Mundial de Luta Contra o Paludismo, uma campanha de limpeza nos bairros da cidade e norte da ilha, tendo como objectivo preparar terreno para aproximação das chuvas e sensibilizar as populações para a doença.

A delegada de Saúde da Boa Vista, Krizia Delgado, adiantou que esta iniciativa, que vai até sábado, surgiu no âmbito do Dia Mundial Contra o Paludismo, efeméride que se comemora hoje, 24.

“O nosso objectivo é preparar terreno para as chuvas. Sabendo que a ilha tem o mosquito que transmite o paludismo, tem que se ter um cuidado redobrado. Queremos ainda sensibilizar as pessoas sobre os cuidados a ter para se prevenir a multiplicação do mosquito e transmissão do paludismo”, informou.

A campanha, que envolve cerca de 60 pessoas, destina-se a fazer recolha do lixo na vila de Sal Rei, em Rabil, Povoação Velha e nas três localidades do norte da ilha.

Na quinta-feira, no bairro da Boa Esperança, segundo avançou a delegada, “haverá uma mini feria de saúde”, para sensibilizar sobre cuidados que se deve ter, assinalando o tratamento do lixo, lavagem de mão e sintomas da doença.

“Peço para as pessoas limparem ao menos as portas das suas casas quando nos verem. Haverá pessoas e carros de lixo para fazer a recolha dos lixos”, disse Krisia Delgado, apelando à colaboração das pessoas para abranger com limpeza uma maior área possível, de forma a prevenir a contaminação do mosquito e da doença.

Krisia Delgado relembrou que, na semana passada, esteve uma técnica na ilha para colheita das larvas em todos os povoados para fazer exames e ter um controle onde há maior focos de mosquitos.

E segundo a representante, os locais mais críticos são João Galego, onde teve o primeiro caso de paludismo, e o bairro Boa esperança, onde se tem um cuidado especial.

Informou ainda que Vila Cabral e Povoação Velha, onde tem águas de algumas salinas e águas paradas, são outras localidades apontadas como fulcrais no combate a focos de mosquito, através de desinfecção e projecção de petróleo e gasolina.

A campanha de limpeza prossegue até sábado, 27, e conta com a parceria da Câmara Municipal da Boa Vista, Ministério do Ambiente e agricultura, e escolas do Ensino Básico e Integrado (EBI) da ilha.

VD/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos