Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Boa Vista: Comunidade de Rabil e fiéis católicos pedem reabilitação da igreja de São Roque

Sal Rei, 16 Ago (Inforpress) – Os fiéis e a comunidade de Rabil pediram hoje ao Governo, após a missa de celebração do São Roque, para reabilitar a Igreja de São Roque, construída em 1806, alegando já sentirem receio de entrar no espaço.

Hoje, no dia em que se celebra o dia de São Roque, após a missa, fiéis católicos e elementos da comunidade de Rabil, à Inforpress, manifestaram o desejo de ver a igreja, que se encontra “em péssimas condições”, reabilitada, o que aguardam há dois anos.

Durante a celebração da missa, o padre Manuel Évora foi o primeiro a manifestar a vontade de ver a igreja reabilitada.

“Reabilitação desta igreja é o nosso sonho, nossa alegria e não estamos a ver esperança nisso porque é muito vagaroso o trabalho do Instituto do Património Cultural. Há falta de informação, é muito tempo à espera, e cada vez a igreja está a ficar mais degradada, mais velha, o que faz com as pessoas desta localidade fiquem tristes”, afirmou o padre.

O sacerdote considerou que a cada dia que passa sente-se “sem esperanças na reabilitação”, e questionou para quando o trabalho da reabilitação, assunto que é igualmente todos os dias questionado pelos fiéis, como referiu.

O mesmo disse que o processo para a requalificação tem sido “muito vagaroso” e que a comunidade está preocupada com as condições da igreja, tendo em conta que temem pelo pior, caso chover.

“A última chuva séria que caiu na ilha causou sérios problemas nesta igreja, quer na da Povoação Velha, onde já enviamos mensagem a alertar que a igreja corre sérios riscos de cair”, declarou padre Manuel Évora, avançando que a comunidade católica teve que proceder a uma reparação no tecto para que houvesse condições de celebração da missa, hoje.

Após a missa muitos fiéis manifestaram o desagrado em ver a igreja “a cair aos pedaços”, sem que se proceda à sua recuperação.

Marlene Lima pediu ao Governo para “intervir o mais rapidamente na igreja de Rabil”, pois considera esta está a ficar “em piores condições”.

“A comunidade queria fazer algum trabalho, mas disseram que não podíamos porque, isto é, do Instituto do Património. Tendo em conta que é um património, esperamos que façam e cumprem da mesma forma que prometeram”, disse Marlene, que relembrou que há dois anos esperam pela recuperação da igreja.

“Cresci a ver esta igreja neste estado. Já temos vontade de ver uma reforma porque não está nem um pouco bonito. Hoje é um dia especial e é a primeira vez que vejo tanta gente assim na igreja de São Roque”, declarou Maria Albertina, que, por seu lado, alertou também para as condições na igreja de Povoação Velha.

Francisca Oliveira disse esperar que pelo menos no próximo ano se faça alguma intervenção na Igreja de São Roque, pois os fiéis, reforçou, já “têm medo de entrar na igreja”, tal é o estado de degradação.

VD /AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos