Boa Vista: Câmara Municipal quer priorizar oferta formativa técnico-profissional – autarca

Sal Rei, 12 Ago (Inforpress) – A Câmara Municipal da Boa Vista (CMBV) vai priorizar as ofertas formativas em áreas técnicas e profissionais para jovens, em vez de centralizar em formações a nível superior.

Esta informação foi avançada pelo presidente da Câmara Municipal da Boa Vista, Cláudio Mendonça, que falava à imprensa após a abertura oficial da Semana de Juventude na ilha da Boa Vista, em que o autarca manteve conversa aberta com os jovens para auscultar os problemas, os desafios e as inquietações da juventude bem como apresentar e propor-lhes obras, eventos, actividades e realizações a nível autárquico para a juventude.

Além das questões a nível formativo, os jovens presentes colocaram outras questões das obras e projectos que a autarquia local poderá ter para esta camada da sociedade, nomeadamente, no associativismo e voluntariado, necessidade de descentralização das actividades juvenis do centro da cidade de Sal Rei para outras zonas da ilha, a falta de unificação e partilha das ideias, incentivos para aquisição de terrenos, de se criar um centro de informação para jovens, diversificação de outras modalidades desportivas, entre outras.

“Temos tido a preocupação de ver a formação mais a nível superior e não a nível básico e nem a nível técnico. A câmara entende que é preciso focar na formação técnica”, anunciou o autarca lembrando que, recentemente, houve formação de racionalização de água para agricultores.

A este propósito o edil avançou que, de momento decorre inscrição para formações para criadores de gado, principalmente para os do gado caprino, uma vertente que também querem realçar para dar oportunidade aos jovens para estarem envolvidos neste sector de actividade.

Ainda neste quesito de formação técnico profissional o mesmo relembrou que a autarquia local mantém contacto permanente com jovens em formação no centro de emprego e formação profissional, tendo no ano passado acolhido mais de 10 jovens para estágios profissionais na câmara municipal de forma a incentivá-los e orientá-los no desenvolvimento curricular e de integração na carreira profissional, sendo esta uma das bases de parceria com a instituição de ensino técnico profissional.

“Acabamos de vir de uma missão em Portugal onde, após realizar alguns contactos, conferimos que algumas câmaras municipais demonstraram abertura para cooperação para formação de jovens em áreas técnicas como na agricultura e na pecuária, e estão disponíveis em ajudar na oferta de alojamento e na criação de oferta formativa nos seus países”, anunciou.

Ainda a nível internacional, Cláudio Mendonça fez saber que o município tem em curso várias formações em línguas e que pretende idealizar um protocolo com uma Universidade da Bélgica.

O autarca informou ainda que a câmara municipal já apoiou, pontualmente, no pagamento de propinas principalmente aos jovens que conseguiram terminar o ano curricular, mas que devido à falta de pagamento de propinas não conseguiram adquirir os seus diplomas.

“Os jovens normalmente estão insatisfeitos, nem tudo lhes agrada, sempre querem mais”, analisou apelando aos mesmos à participação do processo de desenvolvimento da ilha principalmente no que tange à adesão às actividades da câmara municipal.

O autarca disse que espera da camada juvenil ideias para a promoção da ilha, ao mesmo tempo que assegurou que a edilidade pretende motivá-los na perspectiva de criarem actividades culturais e recreativas, nomeadamente, danças de rua, artesanato, desenhos de rua, formações e outros tipos de actividades que possam estar na alçada da juventude.

VD/HF

Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos