Boa Vista: Autarquia entrega subsídios a clubes e associações desportivas locais

Cidade da Praia, 28 Fev (Inforpress) – A Câmara Municipal da Boa Vista (CMBV) entregou esta quarta-feira, os subsídios às associações e clubes desportivos federados, referentes à época desportiva 2018/2019, informou a autarquia justificando a acção com o desenvolvimento e dinamização do desporto na ilha.

O subsídio no valor global de 1.000.000 escudos, representa, segundo uma nota da autarquia boa-vistense, “um estímulo e a contribuição da edilidade” para que as equipas e associações desportivas possam realizar o seu trabalho da melhor forma.

Às duas equipas da Zona Norte, Juventude e Sanjoanense, foram atribuídos o montante de 110 mil escudos cada, a equipa de Bofareira, Clube Onze Estrelas e Sport Club África Show, 90 mil escudos cada, e o Clube Desportivo de Estância de Baixo 100 mil escudos.

Quanto às equipas da cidade de Sal-Rei – Académica Operária da Boa Vista, Sporting Clube da Boa Vista e Sport Sal-Rei Clube, a CMBV concedeu a cada clube o montante de 80 mil escudos.

Em relação às associações desportivas da Boa Vista, a Associação Regional de Futebol recebeu 110 mil escudos, e as restantes associações, nomeadamente (Andebol, Atletismo e Voleibol) receberem 50 mil escudos cada.

A referente comparticipação financeira foi objecto de assinatura de protocolos de cooperação entre a Câmara Municipal da Boa Vista, as Associações e Clubes desportivos visando uma eficaz implementação e realização das respectivas actividades.

Na ocasião, o edil, José Luís Santos, citado no documento enviado à imprensa, referiu que, apesar das dificuldades financeiras, a Câmara Municipal da Boa Vista tem feito um esforço muita grande para entregar este subsídio aos clubes e associações para que possam realizar o seu trabalho de melhor forma.

Reconhecendo o esforço dos clubes e associações visando o desenvolvimento e a prática do desporto na ilha, nas diferentes modalidades, o autarca, incentivou os dirigentes a procurarem outros apoios, ou através de iniciativas próprias tentar arranjar meios financeiros para o avanço das suas actividades.

A nível das infra-estruturas desportivas na ilha, o autarca frisou que quase todas as infra-estruturas desportivas estão a ser reabilitas com colocação de resina, cadeiras e melhoria da iluminação, com o objectivo de melhorar as condições da prática do desporto na ilha.

“A Associação Regional de Karaté, não recebeu subsídio porque recentemente foi entregue a esta associação um apoio no valor de 234 mil escudos, para aquisição de materiais, também Abada Capoeira não foi contemplada com subsídio porque ultimamente recebeu um apoio de 55 mil escudos”, frisou José Luís Santos, também citado na referida nota.

GSF/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos