Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Boa Vista: Associação lança obra de construção de salas de formação e balneários em Povoação Velha

Sal Rei, 08 Jun (Inforpress) – A Associação Varandinha lançou hoje a primeira pedra para construção de salas de formação e balneários na localidade de Povoação Velha, um projecto financiado pela Rotary Internacional Clube Maria Pia, em cerca de cinco mil contos.  

Na ocasião do lançamento da primeira pedra, o presidente da Associação Varandinha, Henrique Cruz, disse que este projecto é o resultado de um encontro que aconteceu em 2019 entre a Rotary Internacional, a Câmara Municipal, a Delegação do Ministério da Educação e a Associação Varandinha que propôs um financiamento de um projecto em áreas da educação, da formação e da utilização da água potável para higienização das mãos tendo em conta que Povoação Velha não tem água potável na rede.  

“Este é um projecto que vai trazer uma mais-valia para a localidade tendo em conta que toda a população vai ter acesso ao espaço, também para a formação dos pescadores e para a utilização dos próprios balneários já que os estudantes do ensino básico obrigatório vão usufruir das salas”, afirmou o presidente da Associação Varandinha.  

Sobre os benefícios deste projecto Henrique Cruz referiu que vai trazer benefícios em relação à sensibilização para a utilização da água potável, e também em questões comportamentais, para que as pessoas possam ver que a higienização é algo bom para a saúde da população.  

Henrique Cruz explicou que o projecto está dividido em duas fases e estará pronto daqui a três meses tendo em conta que foi assinado um contrato de prestação de serviço entre o empreiteiro e a Rotary Internacional Clube Maria Pia, o que quer dizer que na primeira semana de Outubro prevê-se a inauguração do espaço.  

O dirigente da Associação Varandinha avançou que o projecto tem também outras vertentes, uma delas será o tratamento do pescado como salga, defumação e transformação propriamente dita, financiado por uma associação de costa ocidental africana que custeou a compra dos materiais em inox, de caixa térmica e de arcas frigoríficas.  

Henrique Cruz considerou que este projecto constitui uma mais-valia para o sector das pescas na localidade de Povoação Velha porque, conforme indicou, já está em curso um outro projecto de energias renováveis para fornecer electricidade à sala de formação, aos balneários e a uma câmara fria, além de viaturas para que os pescadores tenham meios para irem à pesca e para a comercialização do pescado. 

Ainda em relação aos patrocínios, a mesma fonte indicou que o Projecto Tartaruga Boa Vista financiou esterilizadores, máquinas de vácuo e de gelo, e a Embaixada dos Estados Unidos da América financiou botes, motores e rede.  

VD/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos