Boa Vista: Associação Africa Avanza prevê distribuir 4.000 refeições aos carenciados até Janeiro

Sal Rei, 22 Dez (Inforpress) – A Associação espanhola Africa Avanza prevê distribuir 4.000 refeições, até Janeiro próximo, num ritmo de 150 marmitas por dia às famílias carenciadas, como forma de ajudar os mais necessitados, devido às consequências da pandemia.

Esta informação foi avançada à Inforpress pelo fundador da associação, Inaki Gascon, que falava à porta do Centro de Dia para idosos, no primeiro dia deste projecto que prevê entregar marmitas de segunda à sexta-feira, a partir de 12h30.

Segundo o responsável, este projecto é fruto de uma parceria com a Câmara Municipal da Boa Vista e o financiador, RIU Hotels & Resorts, uma cadeia de hotéis espanhola que sugeriu a ilha de Boa Vista para este projecto, que “lhes pareceu ser bom e positivo”.

“Penso que estamos bem organizados e temos todas as condições de continuar com o projecto. Por agora, vamos distribuir 1/3 das refeições em Sal Rei, até final de Dezembro”, afirmou, adiantando que uma parte dos 2/3, que ficará por distribuir, será entregue no mês de Janeiro, de forma itinerante, noutras localidades da ilha, sendo esta uma forma de descentralizar as ofertas em localidades onde “também há famílias em situações difíceis”.

Conforme explicou, as listas dos beneficiários foram elaboradas pelo Departamento de Acção Social da câmara municipal e estima-se abranger 150 famílias carenciadas, ou seja, cerca de 600 a 700 pessoas.

Inaki Gascon indicou que tendo em conta que se atribuirá as refeições segundo o número dos agregados familiares, então poder-se-á entregar no mínimo quatro pratos por dia a agregados com sete pessoas, tendo as marmitas cerca de 500 gramas, compostas por menus de catchupa, frango, peixe, arroz com tudo e lentilhas, mais uma carcaça, e uma peça de fruta.

A mesma fonte garantiu “qualidade” da comida que se servirá refrigerada, por uma questão de “menor risco de contaminação”, sugerindo que, por exemplo, poderá ser consumida no dia seguinte, ao contrário se a entrega fosse quente, em que “há maior probabilidade de estragar”.

Este representante da Africa Avanza, que trabalha com missões médicas para Cabo Verde, considerou que este projecto “está a ser um êxito”, isto porque, conforme afiançou, mesmo se a câmara fizer outras acções sociais, como entrega de cestas básicas, uma lista de menus para escolha de uma refeição quente “é algo diferente”.

A vereadora de Acção Social e Solidariedade da Câmara Municipal da Boa Vista descreveu esta campanha de “grandiosa”, “principalmente nos dias que se vive, com a pandemia, em que a fragilidade das famílias “é enorme”, sobretudo, para conseguir colocar uma refeição quente na mesa”.

“A situação está difícil e mais do que nunca estamos a ficar conscientes de que é necessário ter mais amor ao próximo, e ser mais solidários”, disse a vereadora, ajuntando que “a câmara só tem a ganhar com esta parceria com a associação Africa Avanza, e com o apoio do RIU”.

A responsável do pelouro de Acção Social e Solidariedade agradeceu a associação Africa Avanza e ao grupo hoteleiro RIU, e todos os envolventes neste projecto que certificou ser “bem-vindo e bem acolhido pelas famílias beneficiadas”, esperando que numa segunda oportunidade abranja outros povoados, “porque todos precisam”.

VD/JMV
Inforpress

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos