Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Boa Vista: Ary Morais apresentou Norcabo, CD de música tradicional cabo-verdiana com influência de Jazz da Noruega

Sal Rei, 28 Nov (Inforpress) – O cantor Ary Morais apresentou o seu mais recente trabalho discográfico, intitulado Norcabo, este no sábado, 27, no Centro de Artes e Cultura (CAC), na cidade de Sal Rei, o primeiro trabalho produzido com músicos Noruegueses.

Norcabo é um trabalho discográfico com oito faixas de músicas tradicionais cabo-verdianas, que apresentam influências do ritmo Jazz da Noruega, país onde Ary Morais reside.

“Foi muito bom esta apresentação do meu CD, apesar das coisas terem acontecido quase em cima da hora”, afirmou o cantor em declarações à Inforpress, adiantando que este feito foi possível através do patrocínio da Music Norway e da parceria da Câmara Municipal da Boa Vista (CMBV).

Norcabo, conforme explicou o artista, “vem da junção de Nor ‘Noruega’ e Cabo ‘Cabo Verde’”, projecto musical criado com a intenção de apresentar uma mistura de ritmos cabo-verdianos influenciados pela música jazz norueguesa.

Mornas, coladeiras, raggae town em Norueguês e Português, funaná, balada e um raggae escrito há muito tempo mas que só agora decidiu gravar, são alguns dos ritmos que fazem parte do CD Norcabo.

“Os músicos noruegueses tentaram tocar os nossos ritmos da forma que o fazemos, mas tem um pouco de jazz”, reiterou, conferindo nas letras inspiração em histórias de vida e relatos expressas em melodias que compõe o CD.

Na Noruega, Ary Morais terminou uma tourné de Outono, seguiu com outros concertos e já está a preparar a digressão de Inverno para levar este trabalho musical a diferentes cidades norueguesas.

O artista lamentou não ter ainda programado outras acuações para prosseguir a divulgação do CD no seu país natal, mas monstrou-se satisfeito em conseguir realizar o desejo que tinha em estar nas ilhas junto dos familiares.

Ary Morais estreou-se na cena musical aos 15 anos, na ilha de Boa Vista. Em 1995, viajou para a Noruega e tem sido convidado a participar em diversos festivais e já gravou quatro discos “Ka bo bay embora” (1999), “Abraço Tradicional” (2008), “Sonho Cabo-verdiano” (2014) e “Norcabo” (2020).

VD/HF

Inforpress/FIM

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos