Boa Vista acolhe pela primeira vez Março Mês do Teatro (c/áudio)

Sal Rei, 03 Mar (Inforpress) – A ilha da Boa Vista acolhe, pela primeira vez, o programa Março Mês do Teatro, que inicia esta sexta-feira, 04, com estátuas vivas e a estreia de seis peças teatrais, entre outras actividades performativas e cénicas.

Durante o ensaio de uma peça teatral a ser exibida na programação de Março Mês do Teatro, a organizadora Irina Fonseca, que é também actriz, explicou à Inforpress que, aproveitando da valência que tem em conhecimentos das artes cénicas apresentou à autarquia local a proposta de implementar uma programação de Março Mês do Teatro.

“Foi uma ideia minha que começou a ser planeada desde o ano passado. Apresentei a proposta à directora do Centro de Artes e Cultura (CAC), Vilma Fragoso, e decidimos levar o projecto à vereadora da cultura da Câmara Municipal da Boa Vista (CMBV), Leidy Barros”, contou a organizadora, referenciando a Câmara Municipal da Boa Vista (CMBV) como o principal financiador da efeméride.

Após amadurecer a ideia, que ganhou formato em Janeiro, nasceu o projecto da primeira edição do Março Mês de Teatro na Boa Vista, com proposta de levar ao palco os três grupos teatrais da ilha, Alcateia, Seven Stars e Nova Casa, que têm em agenda, aos finais de semana, a estreia de seis peças de teatro, quatro para adultos e duas para crianças.

A encenadora informou que o programa está direccionado também para os mais pequenos, com uma agenda de teatro infantil e performances que serão apresentados pelas crianças que frequentam o curso de teatro que lecciona juntamente com outros professores.

Sob a promessa de um mês intensivo de artes cénicas, Irina Fonseca justificou que além das peças de teatro, haverá durante os dias de semana performances criativas sketch, workshop de teatro, circo e estórias, esta última organizada em parceria com o Projecto Tartaruga Boa Vista (PTBV).

Mas, Março Mês de Teatro na Boa Vista vai ter palco também noutras localidades. É que conforme realçou, pessoas de outras zonas da ilha terão oportunidade de assistir sketch, performances e estatuas vivas como forma de envolver toda a população no programa.

Irina Fonseca espera que as pessoas assistam as peças teatrais e se envolvam nas actividades que terão lugar nas ruas da cidade de Sal Rei e noutras localidades.

“Vai valer a pena porque será um Março Mês do Teatro cheio, forte e intensivo”, garantiu a actriz.

VD/HF

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos