Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Boa Vista: 30ª edição do Festival de Praia d`Cruz inaugurada por um leque de artistas nacionais

Sal Rei, 17 Ag (Inforpress) – A 30ª edição do Festival de Praia d´Cruz teve início com Voz das Ilhas, colectivo de nove artistas, no primeiro dia desta festa da música de Boa Vista que contou com um elenco de cantores nacionais.

O primeiro dia do certame teve início com um atraso de três horas e sem a primeira actuação do programa, do qual constava um grupo de DJ da Boa Vista.

A abertura foi marcada com as actuações de Voz das Ilhas, um colectivo de nove artistas de diferentes pontos do país que, acompanhados pela banda Mazurca, interpretaram um repertório de músicas tradicionais.

Duas horas e meia depois, pela quarta vez neste festival, a actuação do grupo santãotonense, Cordas de Sol, aqueceu o ambiente levando o público a se aproximar do palco e participar da festa.

A cantora Ceuzany juntou-se depois ao grupo emprestando por alguns momentos “a sua vibração peculiar”, tendo-se despedindo do palco com a música “Menine de rua”, “Flor de Paul”.

Ceuzany disse à Inforpress que “não estava à espera de um convite este ano, mas o recebeu o mesmo com muito agrado”, pelo que “a melhor forma de retribuir a calorosa recepção, foi dar o máximo para agradar o público”, que descreveu como “maravilhoso e com uma energia muito boa”.

Já noite dentro foi a vez de Elida Almeida que se estreava no festival de Praia d`Cruz, com um repertório já bem conhecido, composto de funaná e batuque da ilha de Santiago. Abordada pela reportagem da Inforpress, a artista santiaguense descreveu o seu momento no palco de “emocionante com um público espetacular”.

“Tive um sabor especial ao ouvir as pessoas a cantarem os meus mais recentes singles do início ao fim”, desabafou Elida Almeida, manifestando que aguarda o seu regresso para este palco no próximo ano.

Entretanto, foi ela mesma quem anunciou a entrada do seu convidado, o cantor Hélio Batalha, que fez ecoar o seu timbre forte na noite do areal.

Segundo o músico, os dois, como dupla têm vindo a ser bem-recebidos por onde passam, dando assim finais felizes nos seus espetáculos. Por isso, avançou que pretendem continuar com esta parceria musical que, conforme disse, trará certamente ganhos musicais para o país.

Já de madrugada, Lonny Jhonson obrigou o público a “tirar os pés do chão” ao lançar o seu  ritmo vibrante ritmo de entre outros sucessos, como as batidas de “Flan la nos é Kenha”, Ondi da ki panha, “Dan kel bu toki”.

Mas de abandonar o palco, Lonny voltou a aquecer o ambiente ao som das Kizombas, fazendo os presentes a entoarem também os refrões de braços no ar, iluminando o areal com as luzes dos telemóveis.

Entretanto, Lonny cantou ainda “Terra Sabe”, demostrando o orgulho que disse ter sentido ao receber o convite para mais um festival em Cabo Verde. Conforme descreveu a festa, “foi uma noite incrível que acabou por resultar numa linda festa”.

Já a amanhecer, apesar de o recinto do festival estar já a meio, Garry deu um “bom dia”, especial aos que ainda o aguardavam, interpretando os seus zouks love acompanhando os refrões de “Anjo”, “So podi ser amor”, “Dor di mas”, “Tempo antigo”, “Prova”.

Entretanto, foi o artista Lejemea quem teve a responsabilidade de fechar o palco no primeiro dia do festival de Praia d´Cruz. Num desabafo à Inforpress, Lejemea disse se sentir muito satisfeito com o seu show, pois, teve também a sorte de ter sido acompanhado pelo público que cantou o seu reportório, constituído entre outras músicas, por “Pom mas um pé”, “Som um bejo”, “Bo ki ta matam”.

Para hoje, segundo dia do festival de Boa Vista, está previsto a actuação de grupos como “Bubista DJ” (colectivo de DJ de bubista), a abrir o palco.

Seguirão depois o Tabanka Djaz da Guiné-Bissau, Grace Évora e Gil Semedo. Ainda neste  último dia do festival, vão estar no palco os artistas Denis Graça, o boa-vistense Elji Beatzkilla, tendo a responsabilidade de encerrar o certame, os homens do Carnaval do Mindelo, Constantino Cardoso e Anísio Rodrigues.

VD/FP

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos