Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

BIC pede maior engajamento por parte dos parceiros para a sustentabilidade da incubadora

Cidade da Praia, 19 Jan (Inforpress) – A gestora da Business Incubation Center (BIC) quer um maior engajamento dos parceiros para o alcance da sustentabilidade da incubadora, e almeja também um reforço da responsabilização dos membros na operacionalização da mesma.

Esses estão, entre outros, os desafios que a BIC quer ultrapassar em 2017, segundo Cláudia Robalo que falava esta quinta-feira no “Evento de Reconhecimento” a seis personalidades que nos cinco anos da existência da incubadora colaboraram para o seu desenvolvimento, cerimónia que teve lugar na Cidade da Praia.

“O engajamento dos parceiros é uma das maiores dificuldades que temos na incubadora, que quer ser o centro empresarial onde as empresas possam desenvolver os seus projectos, mas não podemos fazer isso sozinhos se não tivermos apoio dos parceiros”, indicou a gestora da BIC que foi criada em 2011.

Um outro desafio, segundo ela, é a consolidação da incubadora como entidade do ecossistema, da inovação e do empreendedorismo, mas havendo também necessidade de uma selecção “mais criteriosa” das empresas incubadas, assim como a consolidação e adequação dos programas da incubação e adequa-los às várias empresas.

Em jeito de balanço dos cinco anos da BIC, Cláudia Robalo lembrou que 34 empresas já passaram pela incubadora, dos quais oito se graduaram e quatro se consolidaram, para além dos 351 atendimentos feitos às empresas e empreendedores, dos quais 139 receberam orientação empresarial e 13 conseguiram financiamento.

Para a responsável, a afirmação da BIC não seria possível sem os esforços de muitos agentes que deram contribuições fundamentais, nomeadamente os de hoje, motivo que levou a organização a anunciar a realização, anualmente, de um evento de reconhecimento de todos os agentes envolvidos no ecossistema da incubadora.

Nesta primeira edição do “Evento de Reconhecimento”, foram homenageados os ex-presidentes da ADEI, Florentino Cardoso e Frantz Tavares, o ex-gestor da incubadora, Diogo Moeda, a ex-colaboradora: Crismyriam Carvalho, o ex-presidente da AJEC, Rui Levi, e a coordenadora da Unidade de Desenvolvimento Empresarial (UDE) da ADEI, Dúnia Lopes.

Para além dos incubados, consultores, mentores, formadores, parceiros, colaboradores, a BIC tem como instituições parceiras a Agência para o Desenvolvimento Empresarial e Inovação (ADEI), Associação dos Jovens Empresários de Cabo Verde (AJEC) e Câmara de Comércio, Indústria e Serviço de Sotavento (CCISS).

O Instituto de Emprego, Formação Profissional (IEFP), o Instituto Superior de Ciências Económicas e Empresariais (ISCEE), a Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), a Universidade Jean Piaget de Cabo Verde (Uni-Piaget) e a Universidade de Santiago (US), integram também o dos parceiros da BIC.

DR/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos