Biblioteca Nacional realiza “Biblioteca de Verão 2022” promovendo autores cabo-verdianos

Cidade da Praia, 28 Jun (Inforpress) – A Biblioteca Nacional de Cabo Verde (BNCV) realiza de 01 a 15 de Julho, a “Biblioteca de Verão 2022” sob o lema Verão com livros, visando a promoção do livro, da leitura e dos autores cabo-verdianos.

Segundo a curadora da Biblioteca Nacional, Matilde Santos, o evento, destinado a crianças de 6 aos 10 anos, decorre no âmbito da comemoração do Dia Mundial da Biblioteca, que se assinala a 01 de Julho, e da divulgação do Plano Nacional de Leitura.

Todas as actividades desenvolvidas durante este período serão centradas no domínio do livro, desde a culinária, em que a primeira abordagem é a partir do livro, passando pela receita à confecção dos alimentos.

De entre as actividades, especificou Matilde Santos, constam leituras diversas e nas suas várias vertentes nomeadamente leitura oral, escrita criativa, declamação de poesias, teatro e oficinas de trabalho de reciclagem e pintura.

A curadora sublinhou que abrirão espaços para centrar um pouco nos autores da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), dando exemplos de autores de renome a nível internacional, e serão realizadas, igualmente, visitas aos centros históricos importantes da capital.

“Vamos explorar a questão da leitura, mas é um conhecimento em tom de brincadeira, ou seja, brincar com os livros, sem aquela preocupação escolar de que se está sendo avaliada”, realçou.

Para Matilde Santos, o evento “é relevante”, uma vez que o livro tem “grande importância” na vida das pessoas, mormente no moldar das personalidades, pelo que tem sido a preocupação da BNCV de mostrar essa importância que o livro tem na vida das crianças e, consequentemente, dos adultos a nível da promoção do conhecimento.

Este ano, frisou esta responsável, restringiram a faixa etária que era de 6 até aos 12 anos, devido ao aumento dos casos de infecção por covid-19 registados nestes últimos dias, evitando assim as aglomerações, tendo avisado que as inscrições estão quase fechadas apesar da elevada procura.

TC/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos