Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Biblioteca Nacional de Cabo Verde recebe acervo do escritor cabo-verdiano Luís Romano

 

Cidade da Praia, 15 Fev (Inforpress) – A Biblioteca Nacional de Cabo Verde recebeu hoje o acervo do escritor cabo-verdiano Luís Romano, com a repatriação de mais de 1.200 itens da cidade brasileira de Natal, onde viveu grande parte da sua vida.

A cerimónia da repatriação do acervo, presidida pelo ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, aconteceu hoje a bordo da fragata brasileira Independência, no Porto da Praia, que transportou os itens, na sequência de um pedido feito pela embaixada do Brasil em Cabo Verde aàMarinha do Brasil.

“Avaliamos que a Biblioteca Nacional seria, actualmente, o órgão que possibilitaria que os livros fossem utilizados pelo maior número de cabo-verdianos e estudiosos de património cultural cabo-verdiano”, explicou a curadora do acervo, Simone Gomes, doadora do acervo que lhe foi oferecido pela filha do Luís Romano.

O embaixador do Brasil em Cabo Verde, José Carlos Leitão, considerou que a referida repatriação é “um momento histórico”, tanto para os cabo-verdianos como para os brasileiros, sublinhando que a relação existente entre a sua embaixada e o a Biblioteca Nacional de Cabo Verde tem se consolidando de dia para dia.

“Além da entrega desse acervo, há ainda uma série de actividades conjuntas que temos planejado para executar ao longo deste ano, com a instalação de uma sala de formação à distância e eventos voltados para a formação de professores”, anunciou José Carlos Leitão.

O escritor e activista político Luís Romano, nascido a 06 de Outubro de 1922, na Vila de Ponta do Sol, Santo Antão, viveu boa parte de sua vida na cidade brasileira de Natal, onde faleceu em 2010, depois de ter chegado ao Brasil em 1960, onde residiu até a sua morte.

Presentes na cerimónia que serviu para a embaixada do Brasil em Cabo Verde entregar, também, mais de 1.000 livros doados pela sociedade civil brasileira, estiveram presentes a curadora da Biblioteca Nacional, Maria de Fátima Fernandes, representantes universitários, Forças Armadas, familiares de Luís Romano, entre outros convidados.

DR/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos