Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Bastonário dos OACV desafia advogados a seguirem as novas tendências para o fortalecimento da profissão

Cidade da Praia, 19 Mai (Inforpress) – O bastonário da Ordem dos Advogados de Cabo Verde (OACV), Hernani Soares, destacou hoje a importância dos advogados nas estruturas da justiça e desafiou os mesmos a seguirem as novas tendências para uma advocacia “mais forte”.

O bastonário da OACV lançou este repto durante a sua intervenção na cerimónia de encerramento da conferência sobre “Direito à Diversidade enquanto factor de Inclusão”, organizada pela Comissão de Diversidade e Inclusão da Federação dos Advogados de Língua Portuguesa (FALP), em parceria com a OACV, no âmbito do programa de comemoração do Dia do Advogado em Cabo Verde celebrado a 19 de Maio.

Hernani Soares destacou a importância da data, que considera ser um dia que serve de reflexão não só para os advogados, mas também para a sociedade cabo-verdiana, realçando que sem advogados a sociedade “não terá a sua liberdade que tanto preza”.

Lembrou que no passado mês de Dezembro, a OACV completou 20 anos de existência, salientando que esses 20 anos de crescimento demonstram uma idade em que a própria organização profissional já atingiu uma certa maturidade, mas também maiores responsabilidades e exigências tanto para a própria instituição como para os seus membros.

“O dia 19 de Maio é um dia em que devemos pensar que sem a existência dos advogados a justiça não pode ser feita”, afirmou, destacando a importância do advogado na estrutura da justiça e que sem a classe não é possível fazer-se o exercício pleno dos direitos, liberdades e garantias.

Para este responsável, o dia reforça a necessidade de haver uma maior intervenção dos advogados na sua própria estrutura organizativa profissional, defendendo a importância da mudança de comportamento dos mesmos para que se possam adaptar às novas tendências da sociedade pós-moderna.

“Peço a todos os advogados para continuarem nesta luta incansável no respeito e reconhecimento para uma advocacia forte, que é sinonimo de uma sociedade melhor protegida e para que a sua herança perdure em prol das liberdades, mesmo em tempos difíceis”, apelou.

A Ordem dos Advogados de Cabo Verde (OACV) é uma associação pública de licenciados em Direito, que em conformidade com os preceitos dos respectivos estatutos e demais disposições legais aplicáveis exercem a advocacia.

A OACV foi criada pelo Decreto-Lei 51/2000 de 04 de Dezembro que, considerando que o  Instituto do Patrocínio e Assistência Judiciários (IPAJ) embora tendo constituído um marco importante na história da actividade advocacítica já não respondia às exigências actuais e aos anseios da classe.

Os estatutos que regem a OACV foram aprovados pela Lei n.º 91/VI/2006 de 09 de Janeiro, constituindo uma lei especial, com assento constitucional nas normas do art.º 229 da Constituição da Republica de Cabo Verde.

A OACV tem cerca de 600 membros e é uma instituição prestigiada, dotada de boas instalações em pleno centro da capital do país, onde funciona a sua sede remodelada desde Fevereiro de 2004, herdadas do extinto IPAJ.

CM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos