Basquetebol: Federação espera ainda pela verba do Governo para os trabalhos da selecção nacional

Cidade da Praia, 08 Jan. (Inforpress) – A selecção de Cabo Verde de basquetebol desloca-se no próximo sábado a Argélia para os preliminares para o CAN’2021, mas a Federação Cabo-verdiana de Basquetebol queixa-se da falta de verba do Governo para cobrir os preparativos.

Apesar dos treinos iniciarem-se há já alguns dias, na Cidade da Praia, onde a equipa técnica, orientada pelo seleccionador nacional Emanuel “Mané” Trovoada e pelo seu adjunto Nelson “Mutombo” Miranda, trabalham com os pré-seleccionadados residentes, a federação nacional espera ainda pela verba do Governo para a materialização deste projecto.

A equipa técnica, segundo apurou a Inforpress numa das sessões de treinos de hoje, continua à espera dos atletas das outras ilhas para se unirem ao grupo de trabalho.

O seleccionador adjunto disse à Inforpress que já tardam a vinda dos seleccionados das ilhas, o que de algum modo prejudica o ritmo do trabalho, mas mostrou-se convicto em como por altura dos jogos na Argélia Cabo Verde “estará forte “a competir para disputar a “forte selecção da Argélia”, de forma a apurar-se para a fase de Grupo do Afrobasket’2021.

Por outro lado, os atletas internacionais só se juntam ao grupo de trabalho no solo argelino, durante os preliminares para o Afrobasket.

Ainda assim, a federação espera ter ainda hoje a confirmação da dispensa de alguns atletas como Jeff Xavier, Ivan Almeida e o Joel Almeida junto das suas equipas, no estrangeiro, nesta prova a ser disputada fora de uma data FIBA.

Segundo a programação da FIBA-África, Cabo Verde terá de deslocar-se a Argélia para enfrentar a formação magrebina nos dois jogos desta eliminatória, agendados para os dias 15 e 16 do corrente.

Em caso de passagem desta pré-eliminatória, Cabo Verde entra na fase de grupo ao lado das selecções nacionais da Nigéria, Ruanda e Mali.

SR/JMV

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos