Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Banco Mundial destaca “bom desempenho” de Cabo Verde no combate à crise pandémica

Cidade da Praia, 18 Nov (Inforpress) – A directora de Operações Estratégicas do Banco Mundial para a África Central e Ocidental, destacou hoje o “bom desempenho de Cabo Verde” no combate à crise pandémica, adiantando que está prevista a disponibilização de um novo pacote financeiro.

Elisabeth Huybens, que está em Cabo Verde, fez estas considerações após ser recebida pelo vice-primeiro-ministro Olavo Correia, tendo realçado que as medidas adoptadas pelo Governo para fazer face à pandemia e para minimizar os efeitos da crise e atingir a meta de vacinação no País, foram muito boas.

Para essa responsável, o bom desempenho de Cabo Verde é um exemplo não só em África, mas a nível mundial, tendo adiantado que está previsto o aumento do financiamento para alavancar as áreas do turismo e do capital humano.

“Estamos a trabalhar juntos no novo projecto que irá ajudar Cabo Verde e a sua economia, para trabalhar na transformação da economia por forma a fortalecer o turismo, as competências dos jovens, a economia digital e reforçar as redes para os mais desfavorecidos”, disse Elisabeth Huybens.

Conforme realçou, a forma como Cabo Verde tem sabido gerir a crise serve de motivo de confiança para os parceiros, mostrando-se, por outro lado, “satisfeita” no que se refere à realização de portfólio de projectos.

Por seu turno, o ministro das Finanças, Olavo Correia, enalteceu todo apoio que o Banco Mundial tem dado a Cabo Verde durante a gestão da pandemia que permitiu atingir resultados extraordinários.

De acordo com o governante, a presença do Banco Mundial em Cabo Verde é sentida em todas as áreas de intervenção, tendo salientado que esta expansão de parcerias aconteceu nos últimos anos.

“Isto é prova que o Banco Mundial tem confiança em Cabo Verde, que os recursos estão a ser bem utilizados, temos vários níveis de desembolsos, Cabo Verde gere os recursos com total transparência por isso tem condições para ir aumentando o seu envelope” afirmou.

Olavo Correia defendeu a necessidade de Cabo Verde diversificar a sua economia por forma a torná-la mais resiliente, apontando a importância de haver investimentos por parte do Estado.

“Temos a necessidade de mais financiamento para as áreas do turismo, da economia digital, do capital humano, da inclusão social com financiamentos concessionais que possam desenvolver todo o programa a nível do habitat e da habitação social para garantirmos melhores condições de vida aos nossos cidadãos”, apontou informando que Cabo Verde solicitou ao Banco Mundial para aumentar o envelope financeiro para os investimentos em áreas estruturais.

CM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos