Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Banco Mundial aprova financiamento de dez milhões de dólares para micro, pequenas e médias empresas em Cabo Verde

Cidade da Praia, 05 Fev (Inforpress) – O Banco Mundial aprovou hoje um financiamento adicional no valor de 10 milhões de dólares, para Cabo Verde, no âmbito do projecto “Acesso ao Financiamento para as Micro, Pequenas e Médias Empresas” (PMEs).

De acordo com uma nota de imprensa enviada à Inforpress pelo Governo, o objectivo é melhorar o acesso das PMEs ao financiamento no contexto da recessão económica relacionado com a pandemia da covid-19.

O montante será distribuído para o aumento do Fundo de Garantia de Crédito Parcial (Pró-Garante) no adicional de 6,3 milhões de dólares, para melhorar o financiamento das PMEs no processo de ultrapassar o choque da procura, ao mesmo tempo que se continua a apoiar o arranque e a expansão das operações comerciais.

“Recorde-se que o projecto capitalizou inicialmente o Fundo da Pró-Garante no valor de 10 milhões de dólares”, pode-se ler no documento.

A mesma fonte informou também que o financiamento será distribuído na implementação do Fundo de Participação das PMEs, da Pró-Capital, no valor de 2,4 milhões de dólares.

Uma outra parcela, será canalizada para assistência técnica no valor de 700 mil dólares para a Pró-Garante, para o desenvolvimento de um novo quadro de gestão de risco para enfrentar o choque da covid-19 e 600 mil dólares à Pró-Capital para apoio no desenvolvimento dos mecanismos da governação empresarial, de acordo com as melhores práticas internacionais.

“Este financiamento adicional faz parte do programa estratégico pós-pandemia do Governo de Cabo Verde “Ambição 2030”, que está ancorado no crescimento liderado pelo sector privado, e cujo pilar fundamental é o apoio ao investimento privado e ao empreendedorismo”, informou.

Por outro lado, esclarece o Executivo, está também alinhado com o quadro de parceria do Banco Mundial (2020-2025) com Cabo Verde, que inclui um forte empenho no desenvolvimento do capital humano e no reforço do ambiente para uma economia mais diversificada.

Segundo a nota, o projecto é implementado através da Célula de Execução do Projecto, criada, sob forma de equipa de trabalho, na Unidade de Gestão de Projetos Especiais (UGPE) sob tutela do Ministério das Finanças (MF), em estreita colaboração com as diversas entidades beneficiárias.

HR/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos