Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Banco Mundial acredita que São Miguel tem muito potencial para reduzir o nível da pobreza

 

Calheta, 12 Dez (Inforpress) – O chefe da delegação do Banco Mundial (BM) elogiou esta terça-feira a política social do município de Calheta de São Miguel, defendendo que o mesmo tem muito potencial para reduzir o nível da pobreza.

Eric Zapatero fez estas considerações depois de uma visita da delegação do BM realizada ao concelho de São Miguel (ilha de Santiago), acompanhado do edil, Herménio Fernandes, no âmbito da implementação do Cadastro Social Único do Governo e ainda para constatar “in loco” o trabalho da autarquia em matéria da protecção social.

O chefe da delegação do Banco Mundial, do sector da Protecção Social, afirmou ter ficado “impressionado” com as políticas sociais levada a cabo pelo concelho de São Miguel, destacando o capital humano e a inclusão social como os dois eixos importantes que ajudam a população mais carenciada.

O perito do Banco Mundial em matéria de protecção social destacou, igualmente, o progresso alcançado nos últimos anos, principalmente no que tange à capacidade do município e princípios de transparência na gestão dos recursos públicos, facto que o leva a afirmar que São Miguel tem muito potencial para ser produtivo e para reduzir o nível de pobreza.

“Nos temos uma forte aposta na inclusão social e inclusão económica das famílias no concelho, com programas direccionados para várias áreas, desde saúde, educação, habitação social, promoção do empreendedorismo e na promoção de actividades geradores de rendimento e emprego”, sublinhou o edil micaelense, Herménio Fernandes, no final da visita.

Conforme explicou o edil, para que o município desenvolva exige “investimentos fortes” no domínio da educação e, sobretudo, no domínio da dinamização da economia, tendo em conta que é pela via produção e emprego que vão reduzir o desemprego que ainda assola o concelho.

De acordo com Herménio Fernandes, a visita da delegação do Banco Mundial os encoraja e deixa-os “confortáveis” para trabalharem para a eliminação da pobreza.

Por outro lado, o autarca informou que a edilidade aproveitou a visita para também informar à delegação do BM sobre o plano de desenvolvimento do município e ainda os projectos e programas que estão sendo implementados.

FM/JMV

Infopress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos