Search
Generic filters
Filter by Categories
Ambiente
Cooperação
Cultura
Economia
Internacional
Desporto
Politica
Sociedade

Bancada do PAICV defende descentralização dos serviços dos bombeiros municipais

 

Cidade da praia, 21 Jun (Inforpress) – O líder da bancada municipal do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV-oposição), Vladimir Silves Ferreira, advogou hoje a necessidade de descentralizar os serviços dos bombeiros, com a criação de um quartel na zona Sul da Praia.

A constatação foi feita depois de uma visita às instalações dos Bombeiros Municipais, por forma a poder inteirar-se das condições de trabalho da corporação e dialogar com a liderança sobre as potencialidades e limitações do sistema de proteção civil.

Em declarações aos jornalistas, Vladimir Ferreira   defendeu que é preciso construir quartel na zona Sul para cobrir os bairros de Palmarejo e Cidadela, apesar da “centralidade” da zona da Fazenda, onde fica sediada as instalações dos Bombeiros Municipais.

“Há, claramente, a necessidade de descentralizar. É claro que a Fazenda é uma zona bem centralizada, mas a Cidade da Praia está crescendo a um ritmo que é preciso um serviço de bombeiro descentralizado”, precisou.

Relativamente às condições de trabalho dos Bombeiros Municipais, Vladimir Ferreira denunciou que os agentes trabalham em “condições muitos difíceis”, dado que há apenas 30 efectivos disponíveis para cobrir uma população de 150 mil habitantes.

“A Câmara Municipal se propôs contratar 16 novos bombeiros, o que nós congratulamos, mas está muito abaixo daquilo que a Cidade da Praia precisa neste momento”, notou o líder da bancada municipal do PAICV.

“Nós estamos a anunciar grandes investimentos, há as obras de construção do Ilhéu Santa Maria e outras grandes infra-estrurturas e, por isso, perguntamos se conseguiremos dar respostas à esta dinâmica de crescimento com esta equipa de 30 bombeiros para uma população de 150 mil habitantes”, indagou.

Ainda neste âmbito, Vladimir Ferreira tem agendado encontros com o Instituto Nacional de Gestão do Território, a Ordem dos Engenheiros, a Ordem dos Arquitectos e os Serviços Municipais.

OM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos