Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Balcão da DEF em São Vicente passa em Dezembro a emitir título de residência de estrangeiro electrónico

Mindelo 27 Nov (Inforpress) – O ministro da Administração Interna anunciou hoje o lançamento, em Dezembro, do título de residência de estrangeiro electrónico, documento que passa a ser emitido também no balcão da Direcção de Estrangeiros e Fronteiras (DEF), em São Vicente.

Paulo Rocha, que discursava na manhã de hoje no acto de inauguração do novo Balcão de Atendimento de Emissão de Documentos e Fronteira, no Comando da Polícia Nacional, em São Vicente, considerou que o título de residência de estrangeiro electrónico, a par do passaporte electrónico e do cartão nacional de identificação, formam o trio de documentos biométricos introduzidos em Cabo Verde.

O que se pretende, continuou o ministro, é aliar a segurança ao bom atendimento, “mormente agora nesta época de pandemia”, garantir que as pessoas não permaneçam muito tempo no atendimento, num desafio geral da “modernização do atendimento” nas estruturas da Direcção de Estrangeiros e Fronteiras (DEF) em todo o País.

O ministro referiu-se a “passos significativos já dados”, no domínio da modernização, na Cidade da Praia e em Santa Catarina, agora em São Vicente e este sábado, em Santo Antão, com a inauguração da Esquadra do Paul, que vai albergar um espaço idêntico de atendimento.

Aliás, Paulo Rocha enalteceu a “parceria forte” com a Casa do Cidadão, que deve avançar “muito proximamente”, aludiu, para outros produtos que oferece e, nesta mesma linha, o director de Estrangeiros e Fronteiras, por seu lado, considerou que a modernização do DEF iniciou-se com o surgimento da Casa do Cidadão.

O intendente Augusto Teixeira especificou que o novo balcão de atendimento hoje inaugurado, numa primeira fase, prestará serviços de recolha de dados biométricos e ideográficos aos requerentes do passaporte electrónico cabo-verdiano e pedidos e emissão de declaração de NIF.

Numa segunda fase, o director de Estrangeiros e Fronteiras indicou que o objectivo é alargar o atendimento aos cidadãos estrangeiros os serviços de pedidos e prorrogação de vistos de permanência no território nacional, pedido de autorização e de renovação de residência em Cabo Verde e recolha de dados biométricos e ideográficos aos recorrentes do título de residência de estrangeiros.

O funcionamento do novo Balcão de Atendimento de Emissão de Documentos e Fronteira, no Comando da Polícia Nacional, em São Vicente, vai ser assegurado por quatro elementos, sendo dois policiais, uma funcionária civil da DEF e uma estagiária, no âmbito do Programa de Estágios Profissionais da Administração Pública.

AA/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos