Bairro de Safende vai ter o primeiro museu comunitário – ministro da Cultura

Cidade da Praia, 18 Jan (Inforpress) – A localidade de Safende, arredores da Cidade da Praia, vai acolher o primeiro museu comunitário para preservar a memória histórica da própria comunidade e das pessoas, revelou hoje o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas.

Abraão Vicente, que falava aos jornalistas na manhã de hoje depois de presidir a abertura da formação em técnicas de Gestão de Museu e de Património Cultural direccionada a jovens líderes do bairro de Safende, disse que este projecto vai dar ao Instituto Património Cultural (IPC) a oportunidade de trabalhar outros tipos de materiais de origem comunitário sem ser de origem histórica.

Para o ministro, trata-se de uma iniciativa “interessante, louvável e revolucionária”, sendo que a ideia partiu da própria comunidade, um projecto, continuou, que poderá ser acarinhado pelo Governo de modo a ser implementado em outros bairros

Segundo o governante, o projecto de museu comunitário vai preservar a memória do bairro, das pessoas, permitir também as instituições do Estado disponibilizar o conhecimento para as comunidades e trazer a zona de Safende para o centro de debate, acesso a serviços culturais e serviços museológicos.

“É revolucionário, vamos ter o primeiro museu alocado num bairro com temática de bairro, uma iniciativa não só de louvar, mas de acarinhar e de fazer investimento especial para que a mesma possa acontecer com qualidade”, apontou o ministro, que considerou que o projecto “tem tudo para dar certo”, já que o bairro de Safende já tem uma dinâmica cultural “muito própria”.

Com este projecto, considerou que a auto-estima da comunidade vai aumentar, a história do bairro vai ser melhor contada, as figuras da comunidade vão ser valorizadas e vai funcionar com um incentivo para o surgimento de outros tipos de projecto na comunidade.

“É uma grande iniciativa sobretudo pela escolha, num momento em que estamos a tentar convencer as câmaras municipais de todo o País a ter um museu que conta a história da cidade, o bairro de Safende surge com essa ideia de começar com um museu da cidade a partir da comunidade”, destacou o governante.

Por outro lado, ao líder comunitário lançou o desafio de criar uma biblioteca comunitária que terá outro tipo de organização e adiantou ainda, na ocasião, que o Centro Interpretativo da Tabanca em Santa Catarina vai ser inaugurado no início de Fevereiro.

A formação ocorre na Kaza di Amizade (Casa de Amizade), em Safende, no âmbito de uma parceria entre o Instituto do Património Cultural (IPC), através da Direcção dos Museus e a Associação Comunitária Amigos de Safende (ACAS).

A mesma é destinada a 15 jovens líderes e voluntários comunitários e será ministrada por técnicos e especialistas do IPC e acontece até ao dia 29.

AV/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos