Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Autoridades cabo-verdianas preparam programa para integrar deportados provenientes dos EUA

 

Cidade Praia, 15 Set (Inforpress) – A Embaixada de Cabo Verde em Washington, com o apoio técnico de Organizações Não Governamentais americanas, está a preparar um projecto para facilitar a integração dos deportados provenientes dos Estados Unidos da América.

Segundo declarações do embaixador, Carlos Veiga, à VOA (Rádio Voa D`América), o projecto está em fase de elaboração e prevê, num primeiro momento “um certo confinamento dos deportados, de modo a facilitar a sua integração, através de um atendimento personalizado, para que eles saibam que há uma nova oportunidade”.

Embora não tenha avançado muitos detalhes, o embaixador do arquipélago em Washington é de opinião que há que resolver esse problema que se vem acumulando através dos anos.

A proposta em debate, indicou, prevê a criação de uma estrutura de missão mínima para assegurar a integração dos deportados.

“Terá de ser uma estrutura de missão mínima para receber as pessoas e ajudá-las na sua integração. Os parceiros que se disponibilizaram a ajudar na elaboração do projecto apenas o fazem a nível conceptual”, disse.

Para Carlos Veiga, cabe ao Governo fazer a sua parte e encontrar meios para o executar, pois, existem cerca de 15 a 16 casos de deportações mensais nos EUA.

Os Governos de Cabo Verde e dos Estados Unidos assinaram a 24 de Janeiro em Washington, um memorando que regula a deportação de cidadãos dos dois países.

PC/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos