Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Autismo: Colmeia assinala data sob o signo de “Tecnologias assistivas, participação activa”

Cidade da Praia, 01 Abr (Inforpress) – Sob o lema “Tecnologias assistivas, participação activa”, a Associação de Pais e Amigos de Crianças e Jovens com Necessidades Especiais assinala o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, com um programa que visa consciencializar as pessoas sobre o tema.

A data, que se assinala a 02 de Abril, segundo a presidente da Colmeia, em declarações à Inforpress, conta com uma programação que vai até dia 16 e que inclui palestras, acções de sensibilização e um Dia Azul, uma solicitação da associação para que todos os nacionais usem terça-feira uma peça de roupa azul, mostrando a sua solidariedade para com os autistas.

Para este dia, segundo explicou Isabel Moniz, está prevista a realização, a partir das 16:00, no palácio presidencial, de um encontro de sensibilização e de esclarecimento com as famílias e pessoas interessadas em saber mais sobre o autismo.

“O autismo precisa ser notado. A inclusão vem através dessa representatividade e as famílias sofrem sem saber o que fazer para melhorar a qualidade de vida de seus filhos. Por mais informação e menos preconceito, o desconhecido dá medo e as diferenças existem, precisamos aceitá-las e exigir melhores condições de vida e de integração”, afirmou.

Em Cabo Verde, conforme Isabel Moniz, o atendimento das necessidades das pessoas com autismo ainda está aquém do desejado, pelo que admite que o lema desse ano em nada condiz com as assistências existentes no país.

“Nós ainda estamos aquém da realidade mundial em relação às respostas. Hoje, falam em tecnologias assistivas, isso porque os indivíduos com o espectro da síndrome despertam muito interesse pela área da tecnologia, mas aqui em Cabo Verde ainda estamos no início”, disse.

Para se começar a incluir e integrar as pessoas com autismo neste domínio, Isabel Moniz é de opinião que o governo deve começar a apoiar e a incentivar o aprendizado e a inclusão no sistema escolar e, também, a reabilitação de forma continuada para que possam despertar interesse e não depender dos familiares.

Neste âmbito, e na véspera de mais um ia de Autismo, a presidente da colmeia apela a todos a terem um “outro olha”r para com os indivíduos com o espectro da síndrome de autismo não os rotulando, mas sim apoiando a desenvolver e como um ser humano.

Para a organização das Nações Unidas, que institui a data e escolheu o tema , “para muitas pessoas com o espectro do autismo, o acesso a tecnologias assistenciais, a preços acessíveis, é um pré-requisito para poder exercer seus direitos humanos básicos e participar plenamente na vida de suas comunidades e, assim, contribuir para a realização dos objectivos do desenvolvimento sustentável”.

A tecnologia assistiva, segundo as Nações Unidas, pode reduzir ou eliminar as barreiras e a participação do indivíduo com espectro da síndrome em igualdade com as demais.

O tema, frisa a ONU, diz respeito ao uso dessas ferramentas tecnológicas para auxiliar o dia-a-dia, mas também para que possam proporcionar voz aos autistas, às vezes, até mesmo literalmente, como para pessoas não verbais, que dependem de equipamentos para se comunicarem e, consequentemente, possam participar de forma mais efectiva na sociedade.

No Dia Mundial do Autismo, a ONU vai realizar, na sua sede, em Nova York (EUA), um encontro onde o tema da reunião será concentrando em como alavancar o uso de tecnologias assistivas para pessoas com autismo e como uma “ferramenta para remover as barreiras à sua plena sustentabilidade social, económica e social. Participação política na sociedade e na promoção da igualdade, equidade e inclusão”.

O Dia Mundial de Conscientização do Autismo foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 18 de Dezembro de 2007, com o intuito de alertar as sociedades e governantes sobre esta doença, ajudando a derrubar preconceitos e esclarecer a todos.

A data visa ajudar a conscientizar a população mundial sobre o autismo, um transtorno no desenvolvimento do cérebro que afecta cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo.
O autismo pertence a um grupo de doenças do desenvolvimento cerebral, conhecido por “Transtornos de Espectro Autista (TEA)”.

Os sintomas do autismo são fobias, agressividade, dificuldades de aprendizagem, dificuldades de relacionamento, por exemplo. No entanto, vale ressaltar que o autismo é único para cada pessoa. Existem vários níveis diferentes de autismo, até mesmo pessoas que apresentam o transtorno, mas sem nenhum tipo de atraso mental.

PC/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos