Autárquicas/Santa Catarina: Candidato do PAICV denuncia indícios de compra de consciência e outras irregularidades

Assomada, 17 Out (Inforpress) – O candidato do PAICV à presidência da Câmara Municipal de Santa Catarina de Santiago afirmou hoje que há indícios de compra de consciência e outras irregularidades praticadas por candidaturas bem identificadas.

Armindo Freitas diz mesmo que há publicações feitas nas redes sociais que comprovam que algumas candidaturas em Santa Catarina estão a aliciar os eleitores com bens materiais em troca de votos.

“Vimos hoje no facebook publicações feitas por pessoas de Rincão com imagens de carros de cimento e ferro disponibilizados por certas candidaturas. Há pessoas a comentarem que equipas de certos candidatos estão a distribuir dinheiro. Uma atitude que repudiamos”, disse Armindo Freitas.

“Nós fazemos campanha apresentando ideias e projectos, dialogando e convencendo as pessoas de que as nossas propostas são realistas e são as melhores para o concelho”, disse o candidato assumindo que a candidatura do PAICV está a fazer uma campanha baseada na ética.

Reagindo ao balanço da primeira semana de campanha feito pela Comissão Nacional de Eleições (CNE), o candidato tambarina garante que a equipa tem cumprido as recomendações e evitado aglomerações.

“Até agora não fizemos nenhum comício em espaços não recomendados. Fizemos a apresentação pública da nossa candidatura, seguindo todas as regras. Fizemos encontros, sim, mas com grupos restritos. O porta-a-porta é feito com grupos muito restritos, compostos por 5 a 15 pessoas”, pontuou o candidato.

Os contactos personalizados, considerados fundamentais, continuam a ser feitos, mas mantendo-se o distanciamento social, garantiu Freitas, explicando que quando chegam à casa das pessoas “duas ou três pessoas se aproximam, mas ficam fora das residências. Não entramos. E estamos sempre de máscara”, garantiu.

Armindo Freitas relembra que é preciso respeitar o código de ética adoptado e acusa outras candidaturas de não respeitarem os compromissos assumidos. Apontou como exemplo os comícios no polivalente de Assomada.

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, estão inscritos 26.300 eleitores (em 2016 o número de inscritos era de 24.398, dos quais 15.452 votaram).

A nível nacional participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

EP/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos