Autárquicas: PAICV em São Vicente denuncia vereador por lançar primeira pedra em período de campanha

Mindelo, 16 Out (Inforpress) – O líder do PAICV em São Vicente, Alcides Graça, denunciou hoje o vereador José Carlos da Luz por “lançar a primeira pedra de uma placa desportiva, esta quinta-feira, na zona de Pedra Rolada, em plena campanha eleitoral”.

Em conferência de imprensa na zona de Pedra Rolada onde estava imposta a chapa informativa para a construção da placa desportiva, Alcides Graça afirmou que esta atitude é uma “violação flagrante” do Código Eleitoral (CE), porque os vereadores “estão proibidos” de lançar primeiras pedras ou inaugurar quaisquer obras municipais.

“Tivemos conhecimento de que ontem veio cá o vereador José Carlos que é também candidato e lançou esta aberração que estamos a ver aqui e que é uma suposta obra municipal. Sabemos que aqui não tem quaisquer condições de ser construída uma placa desportiva, portanto, é mais uma obra eleitoralista, apenas para enganar a juventude de Pedra Rolada a ver se conquista o seu voto”, denunciou Alcides Graça.

Para o líder da Comissão Política do PAICV em São Vicente, o facto de a placa informativa “não ter o prazo de execução, o orçamento e o início das obras mostra que se trata de uma obra meramente eleitoralista que não vai ser construída”. Serve apenas, segundo a mesma fonte, para “enganar os jovens de Pedra Rolada para ver se conseguem votar no MpD”.

Conforme Alcides Graça, há outras situações de “desespero” em que os funcionários da Câmara de São Vicente são dispensados para trabalhar na campanha a favor do MpD.

“Todos aqueles que são designados zeladores municipais são agentes de campanha, pagos com os recursos da CMSV e de todos nós. Estas situações são passíveis de violação do Código Eleitoral”, acrescentou o político para quem já foram comunicadas à Comissão Nacional de Eleições (CNE), mas não há muita esperança porque este órgão não funciona em São Vicente.

“A CNE tem sido inoperante, não tem funcionado em São Vicente e todas as queixas que fazemos aqui são enviadas para a Praia e as respostas nunca chegam”, indicou ainda realçando que o “MpD está a desafiar a Polícia Nacional e a CNE e estes mostram-se impotentes para parar a onda de violação do Código Eleitoral e das regras de campanha”.

Conforme Alcides Graça, o MpD também tem violado o CE ao abrir sedes de campanha à frente das do PAICV sem se ter nenhuma intervenção da CNE.

A título de exemplo apontou casos de abertura de sedes do MpD em Covoada de Bruxa e no Alto Solarine.

CD/FP

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos