Autárquicas/Fogo: Processos das candidaturas do MpD e PAICV aprovados e da UCID e Independente em análise

São Filipe, 19 Set (Inforpress) – Os processos das candidaturas do MpD e do PAICV aos órgãos autárquicos de São Filipe foram aceites e aprovados pelo tribunal, enquanto os da UCID e do Movimento para Cidadania estão ainda em análise, revela fonte do tribunal.

Segundo a mesma fonte, depois de detectada algumas irregularidades o tribunal, através do juízo cível, notificou os mandatários das duas candidaturas no sentido de suprirem as irregularidades, num prazo máximo de 48 horas.

O prazo fixado pelo tribunal para a UCID colmatar as irregularidades terminou na tarde de sexta-feira, às 17:00, enquanto o prazo para a candidatura independente, Movimento para a Cidadania, termina no domingo, sendo certo que na segunda-feira até o final da hora normal de expediente se saberá se as duas candidaturas vão ou não avançar em São Filipe.

A candidatura da UCID estava numa azáfama de documentação para cumprir o prazo e consequentemente “salvar” a candidatura que é liderada por Pedro Ribeiro para a presidência da câmara.

Quanto à candidatura independente, João de Deus Barbosa Amado, que viajou há cerca de 10 dias para Portugal, disse que o mandatário inicial procedeu a algumas trocas na documentação sem o seu conhecimento e consentimento e que elementos da candidatura estão no terreno à procura de alguma documentação exigida pelo tribunal.

O Tribunal de São Filipe cuja área de jurisdição abrange o município de Santa Catarina do Fogo aprovou e afixou à entrada do Palácio de Justiça as duas candidaturas concorrentes aos órgãos autárquicos em Santa Catarina, o de MpD, liderado por Alberto Nunes e Luís Alves e o do PAICV encabeçado por Eugénio Veiga e Irilandia Andrade, para a câmara e assembleia, respectivamente.

JR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos