Autárquicas 2020: “Vamos fazer história no domingo em São Vicente” – Nelson Lopes  

Mindelo, 23 Out (Inforpress) – O candidato do Movimento Mas Soncent a presidente da câmara de São Vicente disse hoje que aguarda para o dia de domingo para “fazer história”, colocando “em alta” as expectativas para a sua eleição.

Nelson Lopes, ao fazer o balanço da campanha e apresentar as expectativas para o dia da votação, considerou que o balanço “é extremamente positivo”, porque, esclareceu, sentiu que “a mensagem do movimento passou” e que as pessoas “abraçaram o projecto, acreditam e têm esperança” no “Mas Soncent”.

“Sentimos o calor humano por todas as zonas, São Vicente inteiro, e agora é transformar tudo isso em votos”, continuou, pois o objectivo é “resgatar São Vicente”.

Aliás, Nelson Lopes disse que se o povo quiser continuar a sonhar com autonomia para São Vicente “tem que votar ‘Mas Soncent’”, o “único movimento independente” nesta disputa pela câmara de São Vicente que pode lutar pela autonomia da ilha, já que os partidos políticos “já deram provas de que não estão interessados nesta autonomia”.

“A campanha foi uma experiência muito boa, da qual não abria mão por nada, pois sinto que hoje já sou vencedor, com uma equipa fantástica, determinada em ajudar São Vicente sair do fundo do poço”, reforçou.

Sobre as expectativas para os resultados de domingo, 25, o candidato disse que a camada jovem vai fazer a diferença nestas eleições, sendo certo que, sublinhou, “a maioria das pessoas recenseadas em São Vicente foi motivada pelo movimento”, através de um trabalho “árduo de sensibilização”.

Questionado sobre a primeira medida que vai pôr em prática se ganhar as eleições, Nelson Lopes disse que vai efectuar um “balanço real da situação” da câmara, já que, sustentou, “é voz corrente” que a câmara “está cheia de problemas”, principalmente de dívidas, mas que, mesmo assim, promete “muito trabalho”.

“Apelo às pessoas para irem votar no domingo, pois se há lugar para reclamações ao longo de todos esses anos, a pedir uma política diferente, então chegou o momento, já no domingo, para votar ‘Mas Soncent’”, concluiu.

Hoje, sexta-feira, a candidatura pensa levar uma “coisa forte” para as ruas, mas o candidato nada revelou sobre essa actividade, pois ainda vai acertar o plano com a equipa que o acompanha, conforme disse.

Para além de Nelson Lopes (Movimento Mas Soncent), concorrem ao cargo de presidente da câmara de São Vicente Albertino Graça (PAICV), António Monteiro (UCID) e Augusto Neves (MpD).

Nas autárquicas de 2016, em São Vicente, concorreram Augusto Neves, pelo MpD, que teve maioria absoluta na câmara com 48,97 por cento (%) dos votos, António Monteiro (UCID), que conseguiu 28,28%, e Alcides Graça (PAICV) que teve 20,75%.

Em São Vicente, para as eleições do dia 25 de Outubro, estão inscritos 52.686 eleitores (mais 884 em relação ao escrutínio de 2016), dos quais 177 cidadãos estrangeiros, distribuídos por 142 mesas de voto.

A nível nacional, participa na corrida o total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista), e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal (2), Praia (4) e São Vicente (1).

AA/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos