Autárquicas 2020/Tarrafal: “MIT vai contribuir enormemente para democracia, fomentando a participação política” – cabeça de lista AM

Tarrafal, 22 Out (Inforpress) – Adelino da Silva, jovem activista que quer elevar a consciência política de todos os munícipes, é o nome proposto pelo Movimento Independente Tarrafal (MIT) para liderar a Assembleia Municipal, caso este grupo independente vença as eleições de domingo.

O candidato do MIT para a Assembleia Municipal (AM) diz estar disposto a contribuir para elevar o nível de engajamento dos tarrafalenses no que diz respeito à participação política. Por isso, Adelino da Silva explica que vai, juntamente com a sua equipa, “desmistificar” aquilo que é o papel daquele órgão fiscalizador.

“Queremos empoderar a juventude, desmistificar aquilo que é a Assembleia Municipal e, deste modo, elevar a consciência de todos os jovens, todos os pescadores, agricultores, enfim de todas as classes porque todos têm um papel no desenvolvimento, ninguém deve estar fora deste processo”, asseverou.

Para conseguir este objectivo, Adelino da Silva afirma que o MIT tem um projecto que passa pela descentralização da Assembleia Municipal.

“O nosso projecto prevê criar uma assembleia de base em Chão Bom que tenha, igualmente, as valências de um centro social”, continuou Adelino da Silva, que lamentou o facto de por todas as localidades mais afastadas do município ouvir-se falar em ‘Câmara de Mangui’. “A câmara não é só da cidade, pretendemos que ela seja, de facto, de todos os tarrafalenses”, rematou.

Esta quinta-feira o Movimento Independente Tarrafal dividiu-se em diversos grupos para estabelecer contactos em “Mangui” e em Chão Bom, os dois centros urbanos que aglomeram a maioria dos eleitores do concelho mais a norte da ilha de Santiago.

Para as eleições autárquicas do dia 25 de Outubro concorrem à presidência da Câmara Municipal do Tarrafal cinco candidatos. Além de Cláudio Sousa (MIT), concorrem ainda Celso Ribeiro (MpD), José dos Reis “Maika” (PAICV), Domingos Semedo (Unidos por Tarrafal) e Holden Duarte (UCID).

Nas eleições de 2016, as sétimas realizadas em Cabo Verde para escolha dos titulares dos órgãos municipais, concorreram, no concelho do Tarrafal, dois candidatos, tendo o MpD (José Soares) conquistado a câmara com 3.675 votos (53,70%), e o PAICV (José dos Reis Lopes Varela) alcançado 2.950 votos (43,11%).

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, neste município estão inscritos 12.071 eleitores distribuídos por 57 mesas de assembleias de voto (em 2016 o número de inscritos era de 10.884, dos quais 6.843 votaram).

A nível nacional, participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

BN/CP
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos