Autárquicas 2020/São Vicente: PAICV deseja novo assentamento urbano na ilha e requalificar Chã de Marinha e Lazareto

Mindelo, 18 Out (Inforpress) – A candidatura do PAICV à presidência da Câmara Municipal de São Vicente, liderada por Albertino Graça, deseja criar um novo assentamento urbano no sul da ilha e requalificar as zonas urbanísticas de Chã de Marinha e do Lazareto.

Segundo o candidato do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Albertino Graça, a ilha de São Vicente terá, nos próximos dez anos, um crescimento da sua população que atingirá cerca de 100 mil habitantes.

Isto porque, lembrou, a ilha tem a perspectiva de construção de empreendimentos hoteleiros e uma zona económica especial que poderá trazer movimentação e mão-de-obra.

Por isso, conforme o candidato, deve haver um planeamento urbanístico para “desenhar a cidade do futuro”, para “evitar a proliferação de bairros de lata” e através do qual “se guarda o histórico do passado urbanístico da ilha”.

“Se ganharmos a câmara prevejo um novo assentamento urbano, o mais breve possível”, indicou Albertino Graça, para quem este assentamento será construído de raiz na zona sul da ilha de São Vicente, que abarca Calhau e Sargaça.

Conforme o candidato, que pretende promover a participação pública na elaboração e discussão deste projecto, o investimento total será na ordem de 1.100.000 contos para criar as infra-estruturas necessárias como estradas, equipamentos municipais, ligação de esgoto, água, electricidade e telecomunicações entre outros.

Albertino Graça também projecta completar e requalificar as zonas urbanísticas de Chã de Marinha e do Lazareto que, segundo referiu, já “têm muitas edificações de alto estandarte mas que estão desqualificadas por falta de infra-estruturas e de enquadramento urbanístico moderno e actualizado”.

Outro projecto desta candidatura é requalificar a Baía das Gatas e rever o Plano Director Municipal (PDM).

Este domingo Albertino Graça e sua equipa estiveram nas zonas de Salamansa, Norte de Baía e São Pedro.

Para além de Albertino Graça (PAICV), concorrem ao cargo de presidente da câmara de São Vicente António Monteiro (UCID), Augusto Neves (MpD)e Nelson Lopes  (Movimento Mas Soncente).

Nas eleições autárquicas de 04 de Setembro de 2016, as sétimas realizadas em Cabo Verde, concorreram em São Vicente Augusto Neves, pelo MpD, que teve maioria absoluta na câmara com 48,97 por cento (%) dos votos, António Monteiro (UCID), que conseguiu 28,28%, e Alcides Graça (PAICV) que teve 20,75%.

Em São Vicente, para as eleições do dia 25 de Outubro, estão inscritos 52.509 eleitores (mais 707 em relação ao escrutínio de 2016), distribuídos por 192 mesas de voto.

A nível nacional, participa na corrida, um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista), e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

CD/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos